Derechos humanos: una materia pendiente

 

Amnistía Internacional les tomó examen a todos los países del globo para ver cuál era la situación de los derechos humanos en su territorio. Fue así que confeccionó el Informe 2010 Amnistía Internacional El estado de los derechos humanos en el mundo, en el cual la Argentina no queda del todo bien parada.

Para este organismo, los principales temas pendientes a resolver en nuestro país son la terrible vulneración de derechos que sufren las comunidades indígenas, los malos tratos que reciben y las pésimas condiciones en la que viven las personas privadas de su libertad y, por último, la violencia sufrida por las mujeres.  

Este último es uno de los temas que más preocupa a Amnistía Internacional y es por eso que realiza numerosas acciones y campañas de concientización sobre el tema. Acá les dejo una …

Del 17 al 22 de abril, Amnistía Internacional realizó un viaje desde la Provincia de Formosa (Chaco argentino) a Buenos Aires junto con la comunidad de El Descanso.

En este viaje Amnistía Internacional se entrevistó con distintos representantes de organizaciones indígenas del país.

Durante el recorrido se registraron en video algunos de los obstáculos que encuentran los indígenas para ejercer sus derechos libremente. También se expuso la lucha cotidiana de hombres y mujeres indígenas para hacer oír su voz que reclama respeto a los derechos humanos.  

Buscando mirar el medio vaso lleno, como es la filosofía de este blog, Amnistía Internacional también destaca en su informe los avances sociales realizados por nuestro país. Hace especial énfasis en la promulgación de la asignación mensual por hijo a las familias sin trabajo, con bajos ingresos o que trabajan en el sector informal.

¿Qué podés hacer vos? Firmar acciones en favor de personas individuales o comunidades que ven violados sus derechos, y también para solicitar a los Estados medidas puntuales a favor de los derechos humanos. Podés participar en acciones en la calle, formar parte de un grupo de activistas y de muchas otras maneras. También te podés sumar a las dos redes temáticas que hay en la Argentina: una para tomar acción sobre la situación de derechos humanos en Colombia y otra, para apoyar el trabajo de lobby sobre legislación nacional e internacional en materia de derechos humanos.

Más allá de las pequeñas mejoras, los derechos humanos de algunos grupos vulnerables siguen siendo una materia pendiente en la Argentina. Contanos de organizaciones que sepas que trabajan en estos temas, para ir juntos armando un mapa de la sociedad civil en nuestro país.

  • Pingback: Tweets that mention Derechos humanos: una materia pendiente - lanacion.com | Blogs -- Topsy.com()

  • Sebastián Homps

    Impresionante. La última noticia sobre maltratos, puñetazos, picanas, asfixias y otras torturas que realizó la Policia salteña sobre chicos Wichí en Tartagal, nos demuestra que la intolerancia, la discriminación y la vulnerabilidad de los Derechos Humanos en el mundo indígena sigue tan presente como la ignorancia y la negación de vivir en una nación multicultural.

    Viendo el vaso medio lleno, Arte y Esperanza (www.arteyesperanza.com.ar) al igual que muchas organizaciones de todo el país, luchan día a día para darle fuentes de trabajo digno a las comunidades aborígenes para caminar con ellos en esta vía de desarrollo humano y mejora de calidad de vida.

    Seguiremos buscando incesantemente el compromiso de todos los argentinos.

  • Pastos Chicos

    Son 32 familias de pastores que viven en la Puna sin electricidad, ni gas a 3.800 m de altura. Sostené nuestro proyecto de desarrollo durable, sumándote a nuestro grupo Facebook:

    - PASTOS CHICOS NECESITA TU AYUDA -
    http://www.facebook.com/group.php?gid=111846995505280&ref=ts

    Faltan remedios, abrigos y leña. Y el frío es duro todo el año.

    Nuestro sitio web para saber todo de la situacion en Pastos Chicos
    http://pastoschicos.blogspot.com

  • soledad

    Ayer escuché un dato que me impactó, relacionado con la violencia doméstica: al año pasado murieron 230 mujeres por maltrato en sus propios hogares

  • susana

    Ojala algun dia nuestros hermanos aborigenes sean reconocidos y tengan una vida digna,, no soy de ninguna fundacion pero http://www.sosayudawichi.com.ar junto a la ayuda de muchas personas un granito puede convertirse en una montaña…

  • MILTON

    ESTA EMPRESA ESTÁ REALIZANDO UM DOS MAIORES ESQUEMAS DE

    LAVAGEM DE DINHEIRO EM SÃO PAULO:

    COMERCIAL , CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA – CNPJ 59.377.572/0001-37 – sito à Rua Estados Unidos, n° 2.280 – CEP 01427-002 – Jardim Paulista – São Paulo – Capital.

    O pior de tudo isto é estarem sendo acobertados pela JUSTIÇA DO TRABALHO DO ESTADO DE SÃO PAULO e colocando SOROPOSITIVOS, IDOSOS E DEFICIENTES FISICOS no olho da rua. Através de compras de imóveis a preço derrisórios ( 80 a 90% ) ABAIXO do preço de mercado, compram apartamentos que valem R$ 500.000,00 por apenas R$ 75.000,00. Como isso? Os juízes vendem os imóveis a preços que permitem enriquecer estes BANDIDOS que além de ficarem ricos mais rápidos ainda levam diversas pessoas a ficarem na miséria e a irem para rua por não terem onde morar. Engando as pessoas e aumentando ainda mais seus altos salários e privilégios que não são poucos. Aquí vai alguns dos nomes dos safados:

    Juíz PAULO EDUARDO VIEIRA DE OLIVEIRA da 49a Vara do Trabalho do Estado de São Paulo

    Doutora Juíza Revisora Desembargadora LIZETE BELIDO BARRETO ROCHA – Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo – 2a Região – 1a Turma .

    Doutor Juíz Relator Desembargador LUIZ CARLOS NORBERTO – Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo – 2a Região – 1a Turma

    Doutora Juíza ANDRÉA RENDEIRO DOMINGUES PEREIRA ANSCHAU da 49a Vara do Trabalho do Estado de São Paulo.

    Senhor GENIVALDO VALDIVINO AMARAL – Diretor de Secretaria do 49a Vara do Trabalho de São Paulo – Capital.

    Senhora MARIA HELENA DE ALMEIDA CUNHA – Secretária da 49a Vara do Trabalho de São Paulo..

    Para piorar tudo nem o PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2a REGIAO, DESEMBARGADOR DÉCIO SEBASTIÃO DAIDONE e o VICE-PRESIDENTE DESEMBARGADOR NELSON NAZAR ESCAPAM ESCAPAM DA SUJEIRA, SABEM DE TUDO PORÉM………

    Utlizam-se também da cumplicidade da empresa TETRA EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA – CRECI 10.896-J – Av. Brigadeiro Luis Antônio, n° 733 – Loja 05 – CEP: 01317-904 – Bela Vista – São Paulo ( Sr. SIDNEY PETRONI – CRECI 40.160 – ( Cel. 8171-1009 ), que têm a função de comercializar os apartamentos fazendo a grana girar rapidamente.

    Também o Desembargador AMÉRICO CARNEVALLE – Tribunal Regional do Trabalho da 2a Região de São Paulo ( Rua da Consolação, n° 1.272 – 01302-906 – Consolação – São Paulo – Capital ) – e a Desembargadora MAGDA APARECIDA KERSUL DE BRITO da 15a Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2a Região por Omissão de denúncia com pleno conhecimento dos fatos e cumplicidade através da omissão de seu dever de julgar e permitir condenação da ação desta quadrilha uma vez que possuía todo o processo em seu poder e tendo a autoridade para julgá-los.

    Tem muito mais gente envolvida e apesar de terem ciência de tudo fingem que não sabem de nada, até nos mais altos cargos. SERÁ QUE COM OS SALÁRIOS QUE TÊM OS JUÍZES PRECISAM ROUBAR O POVO? SE FOREM CONDENADOS TËM COMO PUNIÇÃO A APOSENTADORIA ANTECIPADA. VOCÊ ACHA ISTO JUSTO? ESTÁ UM MAR DE LAMA A JUSTIÇA DO TRABALHO DO ESTADO DE SÃO PAULO.

    O sistema é bem simples: marca-se um primeiro leilão com o preço do imóvel já com preço bem abaixo do valor real de mercado ( em um caso um apartamento avaliado para um leilão por R$ 600.000,00 foi reavaliado em R$ 300.000,00 alguns meses após). Foi a leilão mas como a empresa COMERCIAL, CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA possui 30 ( TRINTA ) SÓCIOS, todos se mostram interessados no imóvel e as outras pessoas desistem por achar que o apartamento vai subir muito de preço. Porém eles não compram deixando ser marcado um segundo leilão. É aí que começa a sacanagem: um juíz pilantra abaixa o preço para R$180.000,00 e marca o primeiro leilão para as 13h00 por exemplo e também o segundo para as 13h05 ( isto mesmo 5 minutos depois ). Os 30 ( TRINTA ) SÓCIOS deixam o imóvel ir para o segundo leilão onde esse juíz safado diz que não houve lance e vende o imóvel por R$ 90.000,00 ( noventa mil ) reais .

    O pior desta história é que eles ainda têm respaldo jurídico, pois dizem que não teve compradores e a empresa safada leva o imóvel de graça.

    Isto é um desrespeito com os EMPRESÁRIOS que já têm que pagar uma quantiidade enorme de impostos, taxas e contribuições e são sempre condenados pela Justiça do Trabalho a pagar indenizações absurdas com o sistema protecionista desta justiça. Só que além disto ainda são assaltados desta forma, quando não possuem dinheiro para pagar estas indenizações, tem seus próprios imóveis colocados à venda pela Justiça do Trabalho, desrespeitando as leis brasileiras ( Lei 8009/ 90 BEM DE FAMÍLIA ), assim como nossa Constitução Federal.

    Agora vejam só: apesar do escritório da empresa BLANCHARD ficar na chiquérrima Rua Estados Unidos, seus sócios moram em bairros humildes de CABREÚVA, JUNDIAÍ, VÁRZEA PAULISTA, CAMPO LIMPO PAULISTA.

    Mais hilário ainda são as profissões dos sócios : 9 ( nove ) são MECÂNICOS, 2 ( dois ) BALCONISTAS, 2 ( dois ) APOSENTADOS e os outros ELETRICISTA, LUBRIFICADOR, BALCONISTA, POLIDOR, COMPRADORA, AUXILIAR DE ESCRITÓRIO, MEIO-OFICIAL FERRAMENTEIRO ( podia ser pelo menos inteiro…), AJUDANTE GERAL, ENCARREGADO DE GARANTIA, PINTOR, FUNILEIRO…

    Mas como eles têm dinheiro para comprar tantos imóveis? Será que têm esposas ou maridos ricos?

    Acho bem pouco provável pois : 11 ( onze ) são DO LAR, 2 ( duas ) COSTUREIRAS e os outros (as) OPERADORA DE TELEMARKETING, CAIXA, AUXILIAR DE CONTABILIDADE, VENDEDOR, AUTÔNOMA……

    Será então que é o Senhor BLANCHARD que têm a grana? Mas no contrato social não têm nenhum BLANCHARD. Eles todos têm nome do tipo : SOUZA, OLIVEIRA, CALDEIRA, NOVAIS, FARIA, SILVA, RIBEIRO, MOREIRA e por aí vai….

    Mas como conseguem? Como um eletricista ou um lubrificador podem ser sócios de uma empresa desse porte? A resposta talvez esteja no nome, BLANCHARD. Porque BLANCHARD? Quem é este BLANCHARD? Será que foi um dos sócios com a profissão de « balconista » que viajou para PARIS ou para a CÔTE D’AZUR nas férias, viu o nome, achou bonito e escolheu para a empresa? Pouco provável com os salários de fome de nosso país. Mas ninguém sabe quem é o tal BLANCHARD, ele nem figura na lista de sócios. Porque? QUEM É O TAL BLANCHARD?

    ESTE É O X DA QUESTÃO :

    ELES SÃO TODOS LARANJAS DO BLANCHARD.

    A empresa COMERCIAL, CONSTRUCÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA é nada mais que uma sociedade destinada a lavagem de dinheiro. O problema é: DE QUAL DINHEIRO? DO TRÁFICO DE DROGAS? DO TRÁFICO DE ÓRGÃOS? DO TRÁFICO DE ARMAS? DE UMA FACÇÃO CRIMINOSA? Bem, isto somente as Excelências poderão lhes responder.

    Mas como um juíz pago ( e muito bem pago ) com o dinheiro dos nossos impostos pode associar-se com BANDIDOS, quando deviam defender-nos e proteger-nos através da Lei e da Justiça?

    Bem, os franceses descreveram bem isto:

    « Le Brésil est un pays, où les fruits n’ont pas de saveur, où les femmes n’ont pas de pudeur, et les hommes n’ont pas d’honneur ».

    « O Brasil é um país, onde os frutos não têm sabor, onde as mulheres não têm pudor e os homens não têm honra ».

    O mais triste de tudo é ter que escutar e não poder responder o contrário, dói no fundo do coração.

    Segue abaixo a cópia do contrato social desta empresa para averiguarem os fatos. Se puderem denunciem pois estarão ajudando a mudar o nosso amado País ( pelo menos por alguns ). DESCUBRAM QUEM É BLANCHARD E VÃO FICAR ARREPIADOS!

    : 1) MILTON VIEIRA SOUZA, brasileiro, eletricista, portador do RG nº 13.944.581-x e do CPF nº 024.686.598-99, casado sob o regime de comunhão universal de bens em 12/09/1987 com SANDRA HELENA VIOTTI SOUZA, brasileira, do lar, RG nº19.366.938-SSP-SP, CPF nº 068.521.168-16, residentes e domiciliados na Rua Dragutin Kalman, nº 27, Parque Cidade Jardim, Jundiaí/SP, CEP 13230-524; 2) ADELSON ALVES DE OLIVEIRA, brasileiro, professor, portador do RG nº 20.389.687 e do CPF nº 120.814.768-43, casado sob o regime de comunhão universal de bens em 30/03/2001 com MORGANA LIMA FERREIRA DE OLIVEIRA, brasileira, caixa, portadora do RG nº 27.787.766-0 e do CPF nº 253.687.528-81, residentes e domiciliados na Rua Célio Barbosa, nº 600, Vila Santa Terezinha, na cidade de Várzea Paulista/SP, CEP 13220-100, a quem cabe a proporção de 3,0134%; 3) ADRIANO ALTOMANI, brasileiro, mecânico, portador do RG nº 23.122.145-9 SSP/SP e do CPF nº 165.027.398-30, casado sob o regime de comunhão parcial de bens em 14/09/2000 com DANIELE MUNHOZ ALTOMANI, brasileira, operadora de telemarketing, portadora do RG nº 28.182.202-5, CPF nº 266.728.078-45, residente e domiciliada na Rua André Mazzola, nº 44, na Cidade de Jundiaí, SP, CEP 13202.751; 4) ANTÔNIO CARLOS MORETTI, brasileiro, assistente de vendas, portador do RG nº 13.946.160 SSP/SP e do CPF nº 867.625.328-53, casado sob o regime de comunhão universal de bens em 30/07/1977 com ANA FERREIRA MORETTI, brasileira, do lar, portadora do RG nº 19.876.327 e do CPF nº 775.833.968-91, residentes e domiciliados na Rua Prof. Noêmia Sereno, nº 120, Jundiaí/SP, CEP 13203-230; 5) APARECIDO CARLOS ALVES DE GODOY, brasileiro, aposentado, portador do RG nº 8.087.465 SSP/SP e do CPF nº 820.814.098-87, casado sob o regime de comunhão universal de bens em 24/04/1976 com ELISABETE FERNANDES DE GODOY, brasileira, auxiliar de contabilidade, portadora do RG nº 12.304.571 SSP/SP e do CPF nº 222.409.478-70, residentes e domiciliados na Rua Antônio Mania, nº 278, jardim Itapoã, Várzea Paulista, CEP 13225.820; 6) CELSO CLEMENS GASPARI, brasileiro, solteiro, mecânico, portador do RG nº 25.587.877-1 SSP/SP e do CPF nº 245.684.988-48, residente e domiciliado na Rua Senador Fonseca, nº 559, Jundiaí/SP, CEP 13200-000; 7) CYRO CÉSAR CALDEIRA, brasileiro, solteiro, lubrificador, portador do RG nº 29.591.396-4 SSP/SP e do CPF nº 253.866.718-63, residente e domiciliado na Rua Mogi das Cruzes, nº 33, Várzea Paulista/SP, CEP 13222.045; DIOMAR CAPALBO, brasileiro, mecânico, portador do RG nº 6.565.880 SSP/SP e do CPF nº 723.648.828-34, casado sob regime de comunhão parcial de bens em 04/12/1986 com MARIA APARECIDA BORGES QUIRINO CAPALBO, brasileira, autônoma, portadora do RG nº 9.091.951-6 e do CPF nº 003.256.628-00, residentes e domiciliados na Rua José da Fonseca, nº 58, Jardim Santa Rita de Cássia, Jundiaí/SP, CEP 13219-200; 9) EDISON DE OLIVEIRA NOVAIS, brasileiro, solteiro, meio oficial ferramenteiro, portador do RG nº 29.426.513-2 SSP/SP e do CPF nº 215.467.048-25, residente e domiciliado na Rua Madagascar, nº 46-C-1, Cabreúva/SP, CEP 13315-000; 10) ISAÍAS FARIA, brasileiro, encarregado de garantia, portador do RG nº 18.802.098 SSP/Sp e do CPF nº 068.450.328-07, casado sob o regime de comunhão parcial de bens em 10/08/1996 com MÁRCIA APARECIDA DE MORAES FARIA, brasileira, auxiliar de escritório, portadora do RG nº 28.466.981-7 e do CPF nº 257.335.198-00, residentes e domiciliados na Av. Central, nº 551, Vila Santa Terezinha, Várzea Paulista/SP, CEP 13220-170; 11) GILSON MARIANO DA SILVA, brasileiro, polidor, portador do RG nº 24.965.468-4sSP/SP e do CPF nº 246.723.798-25, casado sob o regime de comunhão parcial de bens em 20/04/1996 com MIRIAM QUIRINO DA SILVA, costureira, portadora do RG nº 34.521.594-1 e do CPF nº 275.072.378-77, residentes e domiciliados na Rua Água Branca, nº 360, Vila Rui Barbosa, Várzea Paulista/SP, CEP 13219-120; 12) LAÉRCIO TROLESI, brasileiro, viúvo, consultor técnico, portador do RG nº 3.261.484-6 SSP/SP e do CPF nº 283.277.488-15, residente e domiciliado na Rua Santo Antônio, nº 84, Ponte São João, Jundiaí/SP, CEP 13218-070; 13) LUÍS CARLOS RIBEIRO, brasileiro mecânico, portador do RG nº 9.310.370 SSP/SP e do CPF nº 712.096.118-72, casado sob o regime da comunhão parcial de bens em 26/03/1988 com IVONE DA CRUZ RIBEIRO, brasileira, costureira, RG nº 17.172.509 e do CPF 024.931.338-38, residentes e domiciliados na Rua Prudente de Moraes, nº 497, Jardim da Felicidade, Várzea Paulista/SP, CEP 13223-400; 14) LUÍS FERNANDO SIQUEIRA MOREIRA, brasileiro, mecânico, portador do RG nº 07.257.247.-2 SSP/SP e do CPF nº 849.998.027-91, casado sob o regime de comunhão parcial de bens em 17/03/1990 com FRANCINETE DA SILVA MOREIRA, brasileira, do lar, portadora do RG nº 21.546.513 e do CPF nº 118.674.438-30, residentes e domiciliados na Rua Antônio Digiolia, nº 448, Jardim Califórnia, Campo Limpo Paulista/SP, CEP 13230-000; 15) LUZIA CASSARI, brasileira, solteira, compradora, portadora do RG nº 22.074.795 SSP/SP e do CPF nº 150.445.708-00, residente e domiciliada na Rua Pedro Tadei, nº 31, Vila Rio Branco, Jundiaí/SP, CEP 13215-271; 16) MARA APARECIDA MORAES VANINE, brasileira, divorciada, auxiliar de escritório, portadora do RG nº 16.967.633 SSP/SP e do CPF nº 108.065.798-38, residente e domiciliada na Rua Pedro Fioravante, nº 64, Vila Arens, Jundiaí/SP, CEP 13202-623; 17) MARCOS CÉSAR MORA, brasileiro, mecânico, portador do RG nº 20.792.855-1 SSP/SP e do CPF nº 250.738.168-03, casado sob o regime de comunhão parcial de bens em 18/03/2000 com PATRÍCIA COUTINHO FERREIRA MORA, brasileira, do lar, portadora do RG nº 33.325.248-2 e do CPF nº 315.992.768-79, residentes e domiciliados na Rua Athenas Paulista, nº 163, Jardim das Indústrias, Jacareí/SP, CEP 12306-300; 18) RICARDO SIMÕES DE CAMPOS, brasileiro, solteiro, balconista, portador do RG nº 27.916.527-4 SSP/SP e do CPF nº 132.152.818-30, residente e domiciliado na Rua Adalgiso L. de Almeida, nº 34, Sorocaba/SP, CEP 18051-490; 19) SÉRGIO HENRIQUE LOSILLA, brasileiro, mecânico, portador do RG nº 15.894.704 SSP/SP e do CPF nº 075.847.268-44, casado sob o regime de comunhão parcial de bens em 22/11/1986 com ROSINEIA FERNANDES LOSILLA, brasileira, do lar, portadora do RG nº 20.917.741 SSP/SP e do CPF nº 102.486.208-94, residentes e domiciliados na Rua Ary Normaton, nº 315, CS 2, Jardim Santa Gertrudes, Jundiaí/SP, CEP 13205-200; 20) WANDERLEI CARLOS PEREIRA, brasileiro, balconista, portador do RG nº 23.212.726 SSP/SP e do CPF nº 143.276.298-20, casado sob o regime de comunhão parcial de bens em 21/12/2002 com ANA PAULA RODRIGUES PEREIRA, brasileira, do lar, portadora do RG nº 29.515.697-1 e do CPF nº 312.650.628-38, residentes e domiciliados na Rua Amazonas, nº 144, Bairro Jacaré, Cabreúva/SP, CEP 13315-000; 21) BENEDITO ANTONIO DA SILVA, brasileiro, ajudante geral, portador do RG nº 3.026.591-2 SSP/SP e do CPF nº 603.071.029-04, casado sob o regime de comunhão parcial de bens em 08/09/1984 com MARIA JOSÉ GIMENEZ GUIMARÃES SILVA, brasileira, do lar, portadora do RG nº 34.873.622-8 e do CPF nº 293.187.558-99, residentes e domiciliados na Rua Tanque Velho, nº 450, Vila Marajó, Várzea Paulista/SP, CEP 13.220-000; 22) BENEDITO ANTONIO DOS SANTOS, brasileiro, chefe de oficina, portador do RG nº 11.788.635 SSP/SP e do CPF nº 963.028.108-25, casado, sob o regime de comunhão parcial de bens em 28/05/1987 com ARLETE BERTIÉ DOS SANTOS, brasileira, coordenadora, portadora do RG nº 16.769.214 e do CPF nº 074.170.368-80, residentes e domiciliados na Rua Raul Pompéia, nº 85, Jardim Rio branco, Jundiaí/SP, CEP 13215-420; 23) ROSÂNGELA APARECIDA DOS SANTOS BATISTIOLI, brasileira, advogada, portadora do RG nº 15.892.716 SSP/SP e do CPF nº 090.773.418-97, casada sob o regime de comunhão parcial de bens em 31/10/1991 com LAIRTO BATISTIOLI, brasileiro, vendedor, portador do RG nº 13.603.985-SSP/SP, CPF 038.082.988-63, residentes e domiciliados na Rua Ana Néri, nº 52, Vila Aparecida, Bairro Ponte São João, Jundiaí/SP, CEP 13.218.421; 2
    4) LAURO PRESTES, brasileiro, aposentado, portador do RG nº 3.255.521-0 SSP/SP e do CPF nº 392.610.428-72, casado sob o regime de comunhão universal de bens em 03/05/1973 com IRENE BARBOSA PRESTES, brasileira, do lar, portadora do RG nº 19.803.851 e do CPF nº 157.524.508-61, residentes e domiciliados na Rua Rio Grande do Sul, nº 70 CS 2, Jardim Tarumã, Jundiaí/SP, CEP 13216-603; 25) ANTONIO TORRES, brasileiro, pintor, portador do RG nº 21.853.698 SSP/SP e do CPF nº 137.579.768-94, casado sob o regime de comunhão parcial de bens em 13/02/1993 com ROSÂNGELA NOGUEIRA DE SOUZA TORRES, brasileira, do lar, portadora do RG nº 29.426.306-8 e do CPF nº 154.577.858-23, residentes e domiciliados na Rua Colatina, nº 204, Vila Real, Várzea Paulista/SP, CEP 13220-000; 26) MARCOS ROBERTO ALVES CARDOSO, brasileiro, mecânico, portador do RG nº 24.965.773.9 SSP/SP e do CPF nº 318.000.908-03, casado sob o regime de comunhão parcial de bens em 13/06/1998 com MARIA CRISTINA ALVES CARDOSO, brasileira, do lar, portadora do RG nº 4.280.163 SSP/PE, CPF 818.233.714-34, residentes e domiciliados na Rua Itararé, nº 126 – CS 2, Jardim Paulista, Várzea Paulista/SP, CEP 13222-120; 27) CARLOS ALBERTO DOS SANTOS, brasileiro, funileiro, portador do RG nº 14.652.134-1 SSP/SP e do CPF nº 024.942.358-80, casado sob o regime de comunhão parcial de bens em 14/05/1983 com ANA MARIA FLORIANO DOS SANTOS, brasileira, do lar, RG nº 16.965.692-3-SSP/SP e do CPF nº 052.650.578-89, residentes e domiciliados na Rua Engenheiro Hermenegildo Campos de Almeida, nº 738, Anhangabaú, Vila Japi, Jundiaí/SP, CEP 13208-640; 28) JACKSON NOGUEIRA DE LIMA, brasileiro, solteiro, operador de processo, RG nº 26.595.833-7 SSP/SP e CPF nº 180.626.148-08, residente e domiciliado na Rua Antenor Soares Formis, nº 120, Jardim Esplanada, Jundiaí/SP, CEP 13202.080; 29) CLÁUDIO ROBERTO ALVES DE SOUZA, brasileiro, solteiro, mecânico, RG nº 25.268.110-1 SSP/SP e do CPF nº 157.472.538-67, residente e domiciliado na Av. S. Paulo, nº 294, Jardim Santa Lúcia, Campo Limpo Paulista/SP, CEP 13230-000; 30) LUIZ EDUARDO DE OLIVEIRA, brasileiro, solteiro, mecânico, portador do RG nº 26.853.742-2 SSP/SP e do CPF nº 263.036.138-10, residente e domiciliado na Rua Armando Lenhaioli nº 239, Campo Limpo Paulista/SP, CEP 13230-000.

    ESCÂNDALO DOS LEILÕES DE IMÓVEIS DA JUSTIÇA DO TRABALHO DO ESTADO DE SÃO PAULO

    A máfia dos leilões de imóveis da Justiça do trabalho do Estado de São Paulo composta por juízes corruptos e 8 ( oito ) empresas que entre sí dividem 80% ( oitenta por cento ) dos imóveis colocados à venda em São Paulo e possuem a particularidade de serem gerenciadas pelo senhor ADAM BLAU, CPF : 004.443.088-49, RG : 2.865.185-6 SSP/SP residente à Rua Caraça n° 327 – Vila Beatriz – CEP: 05447-130 – São Paulo – Capital.

    Esta máfia, suas práticas e sobretudo a utilização de empresas de fachada e de laranjas ( inclusive a utilização de 30 « trinta » LARANJAS ), com profissões e renda incompatíveis com o alto número de aquisições efetuados pela empresa COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA, CNPJ: 59.377.572/0001-37 sito a Rua Estados Unidos n° 2.280 – CEP 01427-002 – Jardim Paulista – São Paulo – Capital, assim como de outras empresas diversas com sócios e nomes diferentes necessitam serem investigadas URGENTEMENTE não somente pelo Ministério do Trabalho, assim como pelo Ministério Público, pela Polícia Federal e todos os órgãos competentes que buscam combater a LAVAGEM DE DINHEIRO, SONEGAÇÃO FISCAL, TRÁFICO DE INFLUÊNCIA, VENDA DE SENTENÇAS POR PARTE DO MAGISTRADO E FORMAÇÃO DE QUADRILHA entre outros fatos não exaustivos que estão aqui sendo citados.

    Isto é uma acusação muito grave e deve ser apurada imediatamente, evitando desta forma que mais pessoas caiam nas mãos deste BANDIDOS.

    O Tribunal Regional do Trabalho da 2a Região do Estado de São Paulo possui plena ciência dos fatos desde o ano de 2005 ( isto pelas provas que possuímos em mãos ), mas visto o tamanho do esquema montado devem ter conhecimento bem antes desta data. Este esquema foi denunciado para o Tribunal Regional do Trabalho da 2a Região de São Paulo através de : Distribuição por Prevenção na data de 15 de fevereiro de 2.005, Agravo de Petição de 23 de julho de 2.007, Agravo de Petição e Recurso de Revista de 04 de dezembro de 2.007 e por Ação Rescisória de 14 de abril de 2.010.

    Igualmente todo o esquema e a fraude que está ocorrendo na Justiça do Trabalho do Estado de São Paulo foram explicitamente relatados, explicados e formalmente denunciados aos magistrados seguintes:

    - Foi denunciado todo esquema detalhadamente ( inclusive a existência dos 30 « trinta » LARANJAS ) ao Desembargador AMÉRICO CARNEVALLE do TRT da 2a Região em de março de 2.010 através de Documento ( com o total de 23 páginas mais anexos ), tendo o mesmo a partir desta data ciência de tudo o que está acontecendo.

    - Foi denunciado todo esquema detalhadamente ( inclusive a existência dos 30 « trinta » LARANJAS ) à Desembargadora MAGDA APARECIDA KERSUL DE BRITO no dia 03 de maio de 2.010 as 17h36 – TRT 2a Região P. Jud. P- 51– através do Documento n° 000002674 ( com o total de 23 páginas mais anexos ), tendo a mesma a partir desta data ciência de tudo do que esta acontecendo

    - Foi denunciado todo esquema detalhadamente ( inclusive a existência dos 30 « trinta » LARANJAS ) ao Vice-Presidente do TRT da 2a Região Desembargador NELSON NAZAR no dia 04 de maio de 2.010 as 15h37 – TRT 2a Região P. Jud. P 19 – através do Documento n° 0352232-2/2 ( com o total de 25 páginas mais anexos ), tendo o mesmo a partir desta data ciência de tudo o que está acontecendo.

    - Foi denunciado todo esquema detalhadamente ( inclusive a existência dos 30 « trinta » LARANJAS ) ao Presidente do TRT da 2a Região Desembargador DÉCIO SEBASTIÃO DAIDONE, no dia 04 de maio de 2.010 as 15h37 – TRT 2a Região P. Jud. P 19 – através do Documento n° 0352233-2/2 ( com o total de 25 páginas mais anexos ), tendo o mesmo a partir desta data ciência de tudo o que está acontecendo.

    Se apesar destas denúncias, nada foi feito por cumplicidade ou por outros motivos, fica-se constatado no mínimo uma cumplicidade destes magistrados no caso e não me admiraria mesmo da participação dos mesmos no esquema, visto que buscaram de todas as formar esconderem os fatos. Porquê? Qual razão os levaram a não denunciarem estes fatos as autoridades competentes? Qual é o interesse que eles têm em fazer isso? Será que criaram um MENSALÃO DOS LEILÕES na Justiça do Trabalho do Estado de São Paulo? Todos os indícios levam infelizmente a esta conclusão e o negócio não é um caso ou outro isolado e sim uma MÁFIA muito bem organizada por sinal.

    Além das denúncias efetuadas diretamente ao Tribunal Superior do Trabalho da 2a Região, foram efetuadas diversas outras denúncias a vários órgãos da administração pública entre os quais:

    - Procuradoria da Républica no Estado de São Paulo – Seção de Protocolo Jurídico na data de 07 de maio de 2.010.

    - Ouvidoria da Fazenda Estadual do Estado de São Paulo na data de 07 de maio de 2.010, através do sedex n° SK796705140BR.

    - Ministério Público do Estado de São Paulo – Ouvidoria , na data de 07 de maio de 2.010, através do sedex n° SK796705153BR.

    - Conselho Nacional de Justiça – CNJ Ouvidoria, através de correspondência enviada na data de 29 de abril de 2.010 por parte de sua Excelência o Senhor Ministro Cezar Peluso, Presidente do Supremo Tribunal Federal através do ofício GP-O 1425/2010. Esta correspondência trata-se de uma denúncia enviada a todos os Ministérios e Ministros em Brasília, expondo de forma detalhada os acontecimentos, sendo que UNICAMENTE ao meu saber até agora, sua Excelência o Senhor Ministro Cezar Peluso foi o único teve a atitude correta de encaminhar os fatos ao Conselho Nacional de Justiça, mostrando desta forma a sua grande honra, caráter ilibado e sensibilidade diante dos fatos. Todos os demais Ministros e Ministérios simplesmente não responderam aos fatos ou devolveram os documentos que lhes foram enviados, sem tomar nenhuma atitude. Se tomaram alguma medida, ainda não possuo conhecimento dos fatos.

    - Conselho Nacional de Justiça – Subsecretaria de Protocolo por meio do Memorando 119/2010/OUV/CNJ, enviado na data de 29 de abril de 2.010 e protocolado na data de 06 de maio de 2.010, relatando todos erros ocorridos no processo, evidências de lavagem de dinheiro, de compra de sentenças, de advocacia administrativa, de corrupção e utilização de laranjas por parte da empresa COMERCIAL, CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA, além do preço abusivamente baixo impostos pelos juízes da Justiça do Trabalho do Estado de São Paulo.

    Foram efetuadas outras inúmeras denúncias igualmente, que terei em breve o máximo prazer em comunicar-lhes.

    Grato

  • MILTON

    ȡʞ
    A INDÚSTRIA DA DÍVIDA DA JUSTIÇA DO TRABALHO

    Seria muito bonito se os princípios alegados para justificarem a prioridade do crédito trabalhista fosse a real preocupação de Juízes e Desembargadores ao aplicarem severas punições aos empresários que após pagarem uma enormidade de impostos e taxas se vêem igualmente confrontados com a corrupção que impera no setor público e que leva-os a terem que pagar ainda propinas por licenças e autorizações para terem suas empresas legalizadas.
    A verdade é que na maioria dos casos onde empresários que encontram-se em situação de dificuldades financeiras e que têm contra eles uma ação movida na Justiça do Trabalho são punidos com uma enormidade de penalidades trabalhistas que deixa entender que esta Justiça é paternalista.
    O problema é que quando é detectado que este empresário possui um imóvel em seu nome os valores fixados pela Justiça do Trabalho depassa a realidade da situação e da dívida. Esta atitude visa propositalmente impedir o empresário a quitar o seu débito e nas maiorias dos casos não são aceitos parcelamentos ou acordos de modo a sanar a situação de forma mais justa para ambas as partes. É aí que vem o problema: a Justiça do Trabalho imeditamente busca levar o imóvel do empresário a leilão ( mesmo sendo um bem-de-família, sua própria residência e o único bem que possui). Uma vez que o imóvel é pego nesta espiral dificilmente pode obter-se alguma solução. Mesmo sabendo que um acordo sanaria o problema mais rapidamente insistem no imóvel.
    Mas o interesse desses magistrados corruptos não é o bem estar do trabalhador e do cumprimento dos deveres e obrigaçõoes trabalhistas. Na verdade o interesse é o IMÓVEL que representa um meio de poderem receber um complemento do alto salário que recebem ( além dos benefícios e outros modos de evaziarem os cofres públicos através da manipulação de sentenças em prol deles mesmos que tanto vemos atualmente nos meios de comunicação). Através de acordos com empresas inescrupulosas, estes magistrados uma vez que conseguem impossibilitar os empresários de pagarem os altos valores nos quais eles transformam pequenos débitos trabalhistas em somas altíssimas, iniciam um processo de corrupção que está sendo encoberto por todos os níveis do Poder Judiciário. Criou-se dentro da Justiça do Trabalho uma indústria da dívida para destituir os empresários de suas próprias residências.
    Este processo inicia-se através de uma sub-avaliação proposital abaixo do preço de mercado do imóvel ( ou seja o imóvel já vai para leilão com o preço decrescido de 30, 40 ou 50% do seu real valor de mercado ). Todavia a pilantragem não para por aí : logo após os imóveis são deixado irem a lanço por duas ou mais vezes e são arrematados a preço de banana. Poderíamos dizer que é normal isto em um leilão se não fosse o fato de serem as mesmas empresas pertencentes aos mesmos sócios que conseguem arrematar os imóveis nestes preços que deixam os proprietários na miséria.
    As empresas do Sr. ADAM BLAU: COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA, COMERCIAL E SERVIÇOS JVB LTDA, ADAM BLAU GALERIA DE ARTES, GALERIA DE ARTE ANDRÉ e seus respectivos sócios André Philippe Pagliuca Blau, Juliana Beatriz de Souza Blau, Valdicéia de Souza Blau e Andrea Ana Helena Pagliuca Blau arrematam a grande maioria dos imóveis com preços derrisórios. Foi criado o MENSALEILÃO DE IMÓVEIS DA JUSTIÇA DO TRABALHO onde Juízes e Desembargadores estão beneficiando estas empresas em troca de remuneração no lucro astronômico obtido com a venda dos imóveis. Com certeza já foram criadas novas empresas com nomes diferentes e até mesmos sócios após as denúncias que venho realizando.
    Os proprietários que tiveram seus imóveis surrupiados neste golpe se vêem com todos recursos, embargos, agravos, ações rescisórias ou anulatórias ou qualquer outra tentativa de impedir estes atos corruptivos negados. O esquema que começa nas Varas da Justiça do Trabalho de São Paulo e apesar do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região ter plena ciência do que ocorre não toma nenhuma atitude e seus membros corruptos continuam a proferir decisões que protegem as empresas participantes deste esquema (recebo relatos que acontece igualmente em outros estados do Brasil). Não existe posibilidade de deter esta quadrilha nem nas mais altas instâncias superiores que finjem não saberem do que está ocorrendo apesar de tantas denúncias. O esquema esta enraizado dentro do Poder Judiciário como um todo e quando alguém tenta alguma atitude membros da Justiça Federal, da Advocacia Geral da União, da Polícia Civil, AMATRA entre outros intervém diretamente buscando impedir que este escândalo apareça. Os demais órgãos com autoridade para punir estes magistrados ficam estáticos e a putaria continua correndo impunemente.
    Existem casos onde empresários tiveram seus imóveis arrematados por 10% do valor real de mercado. Se fosse um caso isolado até poderíamos dizer que foi má sorte, mas se verificarem todos os arremates destas empresas corruptas poderão ver que todos são semelhantes.
    É realmente indecente que Juízes e Desembargadores após receberem uma formação do próprio governo utilizem seus conhecimentos para buscar modos de ver como podem extinguir os processos ou achar meios de favorecer estes pilantras com decisões injustas e inconstitucionais. Os Juízes e Desembargadores conseguiram fazer com que a Constituição Brasileira se tornasse um pedaço de papel menos importante e valioso do que um pedaço de papel para limpar o rabo.
    ȡʞ

    • MILTON

      Mais um caso onde magistrados utilizam seus conhecimentos jurídicos para extinguir mais um processo, mesmo tendo plena ciência de que o proprietário do imóvel está sendo extorquido e assaltado. É realmente vergonhoso para a Justiça Brasileira ter entre seus componentes indivíduos tão baixos e inescrupulosos que não importam-se nem um pouquinho com as consequências de seus atos corruptos para o cidadão brasileiro. Pouco se importam se ele vai morar na rua ou ficar na miséria. O MENSALEILÃO é mais importante para estes Juízes e Desmbargadores do que a honra e a dignidade qualidades que das quais são totalmente desprovidos. Os magistrados rejeitam as provas legais fornecidas do bem-de-família e que estão bem explícitas na Lei e em diversas jurisprudências para terem a cara-de-pau de despejarem os cidadãos de suas próprias residências (como podem ser despejados de um lugar onde não moram?). Na verdade estes magistrados manipulam as sentenças e as apreciações dos fatos dentro do processo para entregar o mais rápido possível os imóveis para estas empresas corruptas e que estão enchendo seus bolsos de dinheiro sujo. São verdadeiros pilantras que estão plenamente cientes de seus atos. Analise o caso e tire suas próprias conclusões.

      PODER JUDICIÁRIO
      Tribunal Regional do Trabalho da 2¬ Região
      ACÓRDÃO Nº:SDI – 00658/2008-0 Nº na Pauta: 038 PROCESSO Nº:12045200500002009 Ação Rescisória AUTOR: ISAQUE DOMINGOS DOS SANTOS. RÉU: LECY DA MOTA MACIEL. COMERCIAL, CONSTRUÇOES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA. EMENTA: Houve análise pela Turma, com apreciação dos fatos da citação, da falta de prova sobre a condição de bem de família e também a respeito do preço da arrematação, Assim, não houve qualquer falha que pudesse legitimar agora a invocação do artigo 485 do Código de Processo Civil. Não se confunde violação de lei com interpretação de fatos do processo e de teses legais controvertidas. Cautelar e Rescisória improcedentes. ACORDAM os Juízes da SeÁão Especializada do Tribunal Regional doTrabalho da 2ª Região, em: Por unanimidade de votos, julgar IMPROCEDENTES a Cautelar e a Rescisória. Custas pelo Autor, sobre R$ 101.000,00, no importe de R$ 2.020,00. São Paulo, 30 de Abril de 2008
      ______________________________ PRESIDENTE MARIANGELA DE CAMPOS ARGENTO MURARO
      ______________________________ RELATOR MARCOS EMANUEL CANHETE ______________________________ PROCURADOR OKSANA MARIA DZIURA BOLDO

      Como era de esperar-se aquí mais uma ação rescisória improcedente. De toda forma como estes Juízes e Desembargadores ávidos por enriquecimento ilícito em cima da desgraça alheia venderam-se para as empresas do Sr. ADAM BLAU, neste caso a Comercial Construções e Serviços Blanchard Ltda. As sentenças já foram compradas antecipadamente das mãos destas prostitutas da lei, rameiras judiciais, quengas do direito e vagabundas dos tribunais. Os magistrados apenas procuram um modo de terminar de vez com o processo. O pobre cidadão brasileiro que muitas vezes endividam-se para pagar um advogado achando que a Justiça vai ser honesta têm o dissabor de ver que ele caiu em uma arapuca e não pode fazer nada. E não pode mesmo pois as instâncias superiores estão sendo coniventes com a safadeza e estão deixando os brasileiros serem roubados por Juízes e Desembargadores sem caráter. Os órgãos responsáveis pela punição destes bandidos de toga não fazem NADA.
      Este caso é indecente e absurdo e a sentença comprada dos magistrados é a prova do desrespeito e do descaso do próprio Poder Judiciário pela Leis e pela Constituição Federal do Brasil. Leia e apavore-se com mais um caso da Justiça do Trabalho.

      PODER JUDICIÁRIO
      Tribunal Regional do Trabalho da 2¬ Região
      ACÓRDÃO Nº:SDI – 01804/2008-9 Nº na Pauta: 043 PROCESSO Nº:11089200700002003 AÁão Rescisória AUTOR: REGINA APARECIDA VALERIANO. RÉU: ESPOLIO DE SILVIO GUILHERME FERNANDES ;. COMERCIAL, CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA.. ACORDAM os Juízes da Seção Especializada do Tribunal Regional doTrabalho da 2ª Região, em: Por unanimidade de votos, cassar a medida liminar deferida às fls. 39/40 e julgar improcedente a ação rescisória. Custas pela autora, sobre o valor dado à causa de R$ 355.016,00, no importe de R$ 7.100,32. São Paulo, 26 de Agosto de 2008
      ______________________________ PRESIDENTE SÉRGIO WINNIK ______________________________ RELATORA CÂNDIDA ALVES LEÃO ______________________________ PROCURADOR OKSANA MARIA DZIURA BOLDO

      PROCESSO TRT/SP Nº 1108920070000200-3 – SDI
      AÇÃO RESCISÓRIA
      AUTORA: REGINA APARECIDA VALERIANO
      RÉUS: 1) ESPÓLIO DE SILVIO GUILHERME FERNANDES e 2) RAQUEL MIRANDA DE CARVALHO MELO
      ORIGEM: 78ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO
      PROCESSO Nº: 2299/1994 (NA ORIGEM)

      REGINA APARECIDA VALERIANO ajuíza a presente ação rescisória contra ESPÓLIO DE SILVIO GUILHERME FERNANDES, representado por LÁZARA TEREZINHA FERNANDES e RAFAEL FERNANDES, com fundamento no artigo 485, inciso V do CPC, visando a desconstituição do acórdão proferido pela 7ª Turma deste Egrégio TRT nos autos dos Embargos de Terceiro (Processo de nº 00340200507802001), que tramita perante a 78ª Vara do Trabalho de São Paulo, por dependência aos autos da Reclamação Trabalhista nº 2299/94.
      Alega a autora que o acórdão rescindendo entendeu pela configuração de fraude à execução na venda do imóvel, tendo em vista que o inicio da execução na reclamação trabalhista (em 26.10.98) se deu antes do averbamento da venda do imóvel (em10.02.00), não atentando, todavia, que a venda considerada fraudulenta foi procedida antes da inclusão do sócio proprietário no pólo passivo da reclamação trabalhista. Diz que a venda ocorreu em 28.01.00 (registro da escritura) e a desconsideração da personalidade jurídica se deu somente aos 28.02.01, sem a publicação do ato. Sustenta que é terceira de boa-fé e não pode ser penalizada em razão da aquisição do imóvel, vez que, ao tempo da celebração do contrato de compra e venda, não constava a existência de nenhuma constrição ou restrição sobre o bem, pois a reclamação trabalhista não estava sendo processada contra os vendedores, mas tão somente contra a empresa Abertura Som e Imagem Ltda.
      Afirma que o acórdão rescindendo, ao reformar a sentença, acolhendo o agravo de petição do autor e autorizando a penhora sobre o imóvel violou o artigo 593, II, do CPC, visto que não existia ao tempo da alienação demanda pendente contra o alienante (Joaquim Carlos dos Santos Clemente), mas contra a empresa Abertura Som e Imagem Ltda. Refere que a decisão ofendeu, ainda, os artigos 5º LIV e LX , 37 caput e 93 IX da CF, eis que não se ateve ao aspecto da publicidade da desconsideração da personalidade jurídica, elegendo como março norteador a data do início da execução da reclamação trabalhista. Aponta, por fim, como violado o artigo 5º, XXXVI, da CF. Aduz que o acórdão rescindendo desprezou o princípio da segurança jurídica, “haja vista que o imóvel adquirido pela ora Autora licitamente e de boa-fé está respondendo por dívida trabalhista da qual não eram partes à época da celebração do contrato de compra e venda nem a Autora nem o vendedor, sócio executado” . Pede pela rescisão do julgado.
      Foram juntados documentos. A decisão rescindenda está às fls. 203/211 (10º vol. de docs.) e a certidão do seu trânsito em julgado à fl. 282 do 12º volume de documentos, volume 12, tendo ocorrido em 15.03.06.
      O pedido de tutela antecipada foi deferido às fls. 125/126.
      Manifestação pela ré às fls. 137/139 e 142/143.
      O Ministério Público teve vista dos autos e opina pelo prosseguimento (fl. 161).
      É o relatório.

      V O T O

      Conheço da ação, vez que preenchidos os pressupostos de admissibilidade.
      A sentença foi proferida nos seguintes termos (fls. 161/163 -vol. 10 de docs.):
      “(…) tenho que não é legal a penhora feita sobre o imóvel de propriedade da embargante. Primeiro, porque o sócio da reclamada não foi reduzido à insolvência, em razão da transferência executada. A fraude à execução só se caracteriza quando a mesma é realizada com este resultado (CPC, art. 593, …

  • MILTON

    Uma enormidade de cidadãos que após terem tido seus imóveis roubados pelo mensaleilão da Justiça do Trabalho e que assinaram um contrato de locação estão sendo despejados. Em muitos casos estas empresas não enviam o boleto de pagamento impedindo que o inquilino possa pagar o mesmo e desta forma permitir uma ação de despejo por falta de pagamento. Mais uma vez estas empresas contam com os juízes corruptos para acelerar a causa. Sem a conivência dos Tribunais Superiores e dos órgãos com competência para punir estes jamais esta situação teria atingido esta gravidade. É exatamente esta conivência que permitiu que estas empresas retirassem um grande número de pessoas dos imóveis para comercializá-lo. O que podemos ver aquí é apenas uma parcela da quantidade de casos que existem. Quanto sofrimento e tristeza estes membros do Poder Judiciário e estes empresários corruptos conseguiram causar a diversas pessoas honestas.

    583002011186632-0/000000-000 – nº ordem 1602/2011 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X RENATO SILVEIRA DA ROSA E OUTROS – Vistos I – À luz da certidão exarada pelo Oficial de Justiça (fl 74), a qual noticia o falecimento do réu/locatário, há o deferimento de liminar – com supedâneo no Art59,§1º, IV da Lei Ordinária nº8245/91 – para desocupação do imóvel apontado na inicial, no prazo de 15 (quinze) dias, sob pena de despejo coercitivo Expeça-se o competente mandado de despejo II – Há a suspensão do feito pelo prazo de 20 (vinte) dias – em observância à regra vazada no Art 265, I do Código de Processo Civil – no qual a autora deverá providenciar a habilitação do espólio III – Intimem-se / Nota do cartório: recolha a autora a diligência do oficial de justiça – ADV BENCE PAL DEAK OAB/SP 95409

    583002009228629-0/000000-000 – nº ordem 2569/2009 – Procedimento Ordinário – COMERCIAL, CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X ABÍLIO CESAR MARTINS RODRIGUES – Fls 78: Não constam diligências nos endereços declinados a fls 60, 71-72 A respeito, manifeste-se a autora, em cinco dias, cumprindo ainda, o comando de fls 51, 2ª parte Int – ADV BENCE PAL DEAK OAB/SP 95409

    PROCESSO :2.8.26.0001
    CLASSE :D ESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO CUMULADO COM COBRANÇA
    REQTE : Comercial e Serviços Jvb Ltda
    ADVOGADO : 237142/SP – Patricia Kondrat
    REQDO : Agostino Visentini
    VARA:7ª VARA CÍVEL
    PROCESSO :2.8.26.0001

    583.00.2004.111268-0/000000-000 – nº ordem 1775/2004 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL E SERVIÇOS JVB LTDA X ALCIDES DEMÉTRIO XIMENES – NOTA DE CARTÓRIO: AUTOR(A) – providenciar cópia da procuração para instruir a carta precatória – providenciar a retirada do(a)da carta precatória expedido(a). – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    583002010184927-5/000000-000 – nº ordem 1647/2010 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X ANA RUTE PEREIRA DE SOUZA E OUTROS – Fl 30: Defiro, expedindo-se Carta Precatória para a citação da requerida, diligenciando o autor na retirada e encaminhamento – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    4927-5/000000-000 – nº ordem 1647/2010 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA. X ANA RUTE PEREIRA DE SOUZA E OUTROS – Fl. 30: Defiro, expedindo-se Carta Precatória para a citação da requerida, diligenciando o autor na retirada e encaminhamento. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    PROCESSO:583002011129121
    Nº ORDEM:01222011/000567
    CLASSE: DESPEJO (ORDINÁRIO)
    REQUERENTE: COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA
    ADVOGADO:237142/SP – PATRICIA KONDRAT
    Requerido: ANDERSON MACHADO E OUTRO
    VARA:22ª VARA CÍVEL

    583.00.2008.174982-0/000000-000 – nº ordem 1281/2008 – Execução de Título Extrajudicial – COMERCIAL & SERVIÇOS J.V.B. LTDA X ANIBAL JOSÉ DE JESUS FILHO E OUTROS – (Prazo 30.04.) – nos termos do art. 162, § 4º do CPC, fica o autor\

    1854-7/000001-000 – nº ordem 701/2010 – Despejo por Falta de Pagamento – Execução de Título Judicial – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X ANTÔNIO CÉSAR SANTANA DE ALMEIDA – Vistos. Fls. 75/77: Comprovado o recolhimento das custas a que se refere o Provimento CSM 1864/2011, proceda-se o bloqueio on-line de ativos financeiros do executado ANTÔNIO CESAR SANTANA DE ALMEIDA ( nº ) segundo os cálculos apresentados pelo exeqüente, que perfazem a quantia de R$ 2.199,69 (atualizada até agosto-11), o qual é realizado, por meio de ofício enviado ao Banco Central, protocolado eletronicamente, por intermédio do sistema BACENJUD. Intime-se. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598 – ADV MARA DOLORES BRUNO OAB/SP 67821
    5458-3/000000-000 – nº ordem 596/2008 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X ANTONIO FRANCISCO DOS SANTOS – Ciência ao autor do ofício de fls. 115/116. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598
    583002004050408-0/000000-000 – nº ordem 842/2004 – Despejo por Falta de Pagamento – Locação de Imóvel – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X AZOR GUIMARÃES SOBRINHO – Fls 190 – ATO ORDINATÓRIO AO INTERESSADO: Retirar, em 05 dias, o edital para publicação – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598 – ADV PATRÍCIA REGINA MENDES MATTOS CORREA GOMES OAB/SP 162327

    PROCESSO:583.00.2009.225784
    Nº ORDEM:01.05.2009/002884
    CLASSE:DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO
    REQUERENTE:COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA
    ADVOGADO:95409/SP – BENCE PAL DEAK
    Requerido:BASÍLIO VILLA FONTOLAN
    VARA:5ª. VARA CÍVEL

    583002002172872-2/000000-000 – nº ordem 2543/2002 – Adjudicação Compulsória – COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X CANTON UNA INCORPORAÇÕES E PARTICIPAÇÕES LTDA E OUTROS – CERTIDÃO Certifico e dou fé que, para a consulta e impressão de informações no sistema INFOJUD, a parte interessada deve recolher as custas devidas, conforme dispõe o Provimento CSM 1864/2011 e Comunicado CSM 170/2011 (Guia do FDTJ – Código 434 – 1 “Impressão e Informações do Sistema INFOJUD”) – ADV BENCE PAL DEAK OAB/SP 95409 – ADV GERALDO BARBOSA DA SILVA JUNIOR OAB/SP 108925 – ADV SYLVIA MONIZ DA FONSECA OAB/SP 49988 – ADV SANDRA LARA CASTRO OAB/SP 195467

    Processo 1.8.26.0003 – Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança – Locação de Imóvel – Comercial e Serviços JVB Ltda – Carlos Alves Cumaru – Certifico e dou fé que o mandado encontra-se juntado nos autos, ficandoo autor(a) intimado(s), na pessoa de seu patrono, pela imprensa, a manifestar-se sobre a certidão do oficial de justiça, em cinco dias. (Certidão: Na rua Quinta de Regalo, 365 deixou de citar o réu em razão de encontrar o imóvel fechado. Indagou no nº 349 e foi informado que os antigos moradores mudaram-se há cerca de 01 ano). – ADV: PATRICIA KONDRAT (OAB 237142/SP)

    PROCESSO :0009420-8820128260008
    CLASSE : DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO CUMULADO COM COBRANÇA
    REQTE : Comercial, Construções & Serviços Blanchard Ltda
    ADVOGADO : 237142/SP – Patricia Kondrat
    REQDO : Centro de Treinamento Thai BT Ltda Me
    VARA:1ª VARA CÍVEL

    PROCESSO :1.8.26.0010
    CLASSE :P ROCEDIMENTO SUMÁRIO
    REQTE : Condomínio Edifício El Escorial
    ADVOGADO : 129817/SP – MARCOS JOSE BURD
    REQDA : Comercial, Construções e Serviços Blanchard Ltda.
    VARA:1ª VARA CÍVEL

    5459-6/000000-000 – nº ordem 584/2008 – Execução de Título Extrajudicial – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA E OUTROS X CRISTIANE ROBERTA FATIGA BONIFAZI – Fls. 160: expeça-se o ofício, na forma requerida. Retire o ofício num tríduo, comprovando-se a entrega do mesmo nos cinco dias seguintes. No silêncio, aguardará provocação no arquivo. Int. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    583.00.1997.536771-0/000001-000 – nº ordem 0/0 – Despejo por Falta de Pagamento – Execução de Título Judicial -COMERCIAL E SERVIÇOS JVB LTDA X CLODOALDO ALVES TELES – (rem 27/09) O EXEQUENTE deverá : informar nos autos se o endereço constante da fl. 394, da co-proprietária Vera Lúcia da Silva (qual seja, rua Francisco Xavier de Sales, 655) já foi diligenciado e, caso não o tenha sido, promover a intimação dela no referido endereço, trazendo a verba pertinente para o ato; 2) deverá ainda informar o número do CPF da Sra. Sandra Maria Santiago Souza, companheira do executado, para que se possa expedir ofício à DRF para busca de endereços da mesma – ADV BENCE PAL DEAK OAB/SP 95409 – ADV JOAL GUSMAO SANTOS OAB/SP 25390

    PROCESSO :1.8.26.0001
    CLASSE :D ESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO CUMULADO COM COBRANÇA
    REQTE : Comercial e Serviços Jvb Ltda
    ADVOGADO : 237142/SP – PATRICIA KONDRAT
    REQDO : Daniela Alves de Castro
    VARA:9ª VARA CÍVEL

    7ª Vara Cível JUÍZO DE DIREITO DA 7ª VARA CÍVEL JUIZ(A) DE DIREITO ALEXANDRE DAVID MALFATTI ESCRIVÃ(O) JUDICIAL SÍLVIA GIANTOMAZZO EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0085/2011 Processo 0011248-74.2011.8.26.0002 – Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança – Locação de Imóvel – Comercial, Construções e Serviços Blanchard Ltda – Dayane Lino da Silva – - Meirenilson Batista da Silva – Recolher diligência em 05 dias, sob pena de arquivamento. – ADV: PATRICIA KONDRAT (OAB 237142/SP)

    583.00.2010.126950-0/000000-000 – nº ordem 597/2010 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X DIOGENES YRWING GOMES CORDEIRO E OUTROS – Vistos. Fls. 88: Aguarde-se o retorno da deprecata retirada em 17.10.11 (fls. 86 vº); Int. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    583002011105680-7/000000-000 – nº ordem 120/2011 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL , CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X EDU & FRAN PIZZA POR METRO LTDA – ME E OUTROS – Sentença nº 566/2011 registrada em 30/03/2011 no livro nº 653 às Fls 190/191: Fl 65: Extingo o feito em face de FRANCISCO LUIS KAISER, com fundamento no artigo 267, inciso VIII, do Código de Processo Civil Retifique-se a autuação para constar a nova razão social da requerida (O PEDAL PIZZA POR METRO LTDA-ME) Homologo o acordo firmado (fls 56/63) e, com fundamento no artigo 269, inciso III, do Código de Processo Civil, julgo extinta a presente ação de Despejo por Falta de Pagamento ajuizada por COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA em face de PEDAL PIZZA POR METRO LTDA-ME e EDUARDO VAZ DE ARRUDA MATHIAS Arquivem-se os autos até integral cumprimento da avença, que deverá ser comunicado pela parte interessada, possibilitando, desta forma, a extinção da execução e arquivamento definitivo dos autos P R I – ADV BENCE PALDEAK OAB/SP 95409 – ADV VERUSCA SEMINATE LOURENÇO OAB/SP 254144

    583.00.2006.202057-0/000001-000 – nº ordem 1368/2006 – Despejo por Falta de Pagamento – Execução de Sentença -COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X EDUARDO MARTINS DA SILVA E OUTROS – fls. 380: Deve o interessado providenciar a retirada do ofício expedido. Int. – ADV EMERSON LAVANDIER OAB/SP 180949 – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV TSUNETO SASSAKI OAB/SP 180893 – ADV WALDIR MOREIRA DA SILVA JÚNIOR OAB/SP 174804 – ADV ROSANGELA REGINA MORENO ALMENARA OAB/SP 140269 – ADV EDSON CAVALCANTE DE ALMEIDA OAB/ AL 1781

    PROCESSO :0013265-5920118260010
    CLASSE : DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO CUMULADO COM COBRANÇA
    REQTE : Comercial & Serviços JVB Ltda
    ADVOGADO : 237142/SP – Patricia Kondrat
    REQDA : Eliane Dagali Vaquero

    Diário: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – Caderno 3 – Judicial – 1ª Instância – Capital Data..: 12/05/2011 – Fóruns Centrais – Fórum João Mendes Júnior – 11ª Vara Cível Cartório do Décimo Primeiro Ofício Cível Central Fórum Central Cível João Mendes Júnior – Comarca de São Paulo JUIZ:
    583.00.2005.027895-0/000000-000 – nº ordem 448/2005 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X ELOMAR COMERCIO DE PRODUTOS E INSTITUTO DE BELEZA LTDA E OUTROS – Requeira o credor o que for a bem do prosseguimento do feito em cinco dias. No silêncio, arquivem-se os autos. Int. – ADV BENCE PAL DEAK OAB/SP 95409 – ADV TANIA REGINA COCCHI CURIA OAB/SP 90418

    583.00.2009.206729-0/000000-000 – nº ordem 2304/2009 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS JVB LTDA X EUN JÁ KIM E OUTROS – nota de cartorio: autor providenciar as custas do edital R$ 127,44 – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598 – ADV TETSUO SHIMOHIRAO OAB/SP 16513

    9409-4/000000-000 – nº ordem 0/0 – Despejo por Falta de Pagamento – ADAM BLAU X GK-ADMINISTRACAO DE BENS LTDA. – Autos desarquivados, (apensados ao proc. 9563-0), aguardando manifestação do réu – GK-ADMINISTRAÇÃO DE BENS S/C LTDA, no prazo de 30 dias. No silêncio, os autos serão devolvidos ao arquivo geral independente de nova intimação. – ADV JOSE MARCELO MALTA OAB/SP 75034 – ADV RODRIGO KARPAT OAB/SP 211136

    9259-9/000000-000 – nº ordem 598/2010 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X FERNANDA HOLANDA CAVALCANTE E OUTROS – Fica intimado o autor a recolher/ complementar as custas instituídas pelo Provimento CSM nº 1864/2011 e Comunicado CSM nº 170/2011, no prazo de cinco dias, sob pena de extinção/arquivamento. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    583.00.2005.121400-0/000000-000 – nº ordem 1801/2005 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA. X GERALDO CAETANO DE SOUZA FILHO – Providencie a parte interessada a retirada do oficio extraído. – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    PROCESSO:583002011194611
    Nº ORDEM:01222011/001812
    CLASSE: DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO
    REQUERENTE: COMERCIAL E SERVIÇOS JVB LTDA
    ADVOGADO:254144/SP – VERUSCA SEMINATE LOURENÇO
    Requerido: GUIOMAR COSTA CONTRERAS
    VARA:22ª VARA CÍVEL

    583.00.2011.194611-6/000000-000 – nº ordem 1812/2011 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL E SERVIÇOS JVB LTDA X GUIOMAR COSTA CONTRERAS – Manifeste-se o autor acerca da certidão negativa do Oficial de Justiça – ADV BENCE PAL DEAK OAB/SP 95409

    Diário: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – Caderno 3 – Judicial – 1ª Instância – Capital Data..: 07/01/2011 Fóruns Centrais – Fórum João Mendes Júnior – 34ª Vara Cível 34º OFÍCIO CÍVEL Fórum Central Cível João Mendes Júnior – Comarca de São Paulo JUIZ: CLAUDIO EMANUEL GRAZIOTTO
    583.00.2005.017928-3/000001-000 – nº ordem 285/2005 – Despejo por Falta de Pagamento – Execução de Sentença – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA. X HELOIZA CRISTINA CRISTOVÃO DE LORENZO – Nos termos do que dispõe o Comunicado CG nº 1307/2007, INTIMO: o(a) autor(a) : para regularizar a sua representação processual, no prazo de 05 dias, com as advertências previstas nos artigos 13 e 37, ambos do Código de Processo Civil. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    Fóruns Centrais – Fórum João Mendes Júnior – 15ª Vara Cível CARTÓRIO DO 15º OFÍCIO CÍVEL CENTRAL Fórum Central Cível João Mendes Júnior – Comarca de São Paulo JUIZ: DAISE FAJARDO NOGUEIRA JACOT
    583.00.2000.512768-5/000000-000 – nº ordem 239/2000 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL & SERVIÇOS JVB LIMITADA X JANICIO HILARIO MOREIRA- ESPÓLIO E OUTROS – Vistos. Fls. 272/274: Manifeste-se a exeqüente em cinco (5) dias, regularizando-se no Sistema o nome dos Patronos das partes. Int. – ADV CLAUDIR CARLOS VIEIRA JUNIOR OAB/ SP 166280 – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598 – ADV MOZART FRANCISCO MARTIN OAB/SP 114682 – ADV KUMIO NAKABAYASHI OAB/SP 60974 – ADV JOIL JOVELIANO OAB/SP 50841 – ADV SÉRGIO REIS GUSMÃO ROCHA OAB/SP 178236 – ADV ALVARO LUIS CARVALHO WALDEMAR OAB/SP 279719

    583002006128745-9/000000-000 – nº ordem 445/2006 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X JAQUELINE MARINHO DA SILVA – Manifeste-se o exeqüente em termos de prosseguimento do feito, em cinco dias No silêncio, arquivem-se os autos – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598 – ADV ALVADIR FACHIN OAB/SP 75680 – ADV DAVID DANIEL LOPES OAB/SP 86424

    583002010184926-2/000000-000 – nº ordem 1840/2010 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL SERVIÇOS & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X JEFFERSON SEVERINO DA SILVA E OUTROS – Ciência da juntada de Seed negativo fls 80/81 – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    Diário: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – Caderno 3 – Judicial – 1ª Instância – Capital Data..: 17/03/2011 Fóruns Centrais – Fórum João Mendes Júnior – 42ª Vara Cível 42º OFÍCIO CIVEL CENTRAL Fórum Central Cível João Mendes Júnior – Comarca de São Paulo JUIZ: ANDRÉ SALOMON TUDISCO
    583.00.2010.129260-8/000000-000 – nº ordem 615/2010 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA E OUTROS X JESUALDO SILVA VIEIRA E OUTROS – Fls. 53 – Providencie o autor a retirada de oficio no prazo legal. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    583.00.2009.123219-3/000000-000 – nº ordem 728/2009 – Possessórias em geral – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X JOSÉ ALVES DE MENEZES – Fls. 53 – Nada sendo requerido no prazo de cinco dias, anotese a extinção no Distribuidor, arquivando-se os autos. Int. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    583002009121577-2/000000-000 – nº ordem 652/2009 – Execução de Título Extrajudicial – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X JOSÉ CLÁUDIO BONIFÁCIO DA SILVA – Conforme extrato que segue, a determinação de bloqueio perante o BACENJUD restou infrutífera, assim, requeira o exeqüente em termos de prosseguimento Prazo: 05 dias .No silêncio, ao arquivo, no aguardo de provocação Int – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV FERNANDO DIAS JUNIOR OAB/SP 122024 – ADV JOSE ACACIO DA ROCHA JUNIOR OAB/SP 235839

    583.00.2012.146866-4/000000-000 – nº ordem 966/2012 – Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança -Inadimplemento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X JOSÉ FLORENTINO PEREIRA – Não há nenhum fundamento para a distribuição por dependência, porque, nos autos n.º 583.00.2012.146867-7, o bem imóvel é o da Rua Tupi, n.º 210. Consequentemente, redistribuir-se-ão os autos para um das Varas Cíveis. – ADV BENCE PAL DEAK OAB/SP 95409 – ADV MARI SANTOS MENDES OAB/SP 214146

    PROCESSO:583002012146866
    Nº ORDEM:01202012/000966
    CLASSE: DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO CUMULADO COM COBRANÇA
    ASSUNTO: INADIMPLEMENTO
    REQUERENTE: COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA
    ADVOGADO:95409/SP – BENCE PAL DEAK
    Requerido: JOSÉ FLORENTINO PEREIRA
    VARA:20ª VARA CÍVEL

    583.00.2009.168052-2/000000-000 – nº ordem 1487/2009 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X JOSÉ HILTON DA SILVA E OUTROS – C O N C L U S Ã O Em 12 de março de 2012 faço estes autos conclusos ao MM. Juíza de Direito, ANDREA DE ABREU E BRAGA. Eu,___________,.(Bruno Pinello) Escr, digitei. Com base nos provimentos 1864/2011 e nº 1.826/2010, bem como do Comunicado nº 170/2011 do Conselho Superior da Magistratura, recolha a parte solicitante, não se tratando de beneficiária da assistência judiciária, as despesas, em cinco dias, sob pena de desconsideração do requerimento efetuado. Na inércia, intime-se, por carta, consoante o artigo 267, parágrafo 1o, do Código de Processo Civil, a fim de providenciar o regular andamento do processo, no prazo de 48 horas, sob pena de extinção, sem

    583.00.2009.206727-5/000000-000 – nº ordem 2293/2009 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS JVB LTDA X JOSE JANDUY DE SOUZA E OUTROS – 1. Tendo em vista o pedido de fls. 41 e considerando que não houve nos autos manifestação do correu citado, HOMOLOGO a desistência da ação requerida pelo autor, julgando EXTINTO o processo, sem resolução de mérito, nos termos do art. 267, inciso VIII, do Código de Processo Civil. 2. Eventuais custas, pelo autor. 3. Certifique-se, desde já, o trânsito em julgado. 4. Após as anotações de praxe, arquivem-se os autos. P.R.I.C. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142

    PROCESSO:8720
    Nº ORDEM:01.09.2010/001505
    CLASSE:DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO
    REQUERENTE:COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA
    ADVOGADO:237142/SP – PATRICIA KONDRAT
    Requerido: JOSE RENATO BONFIM
    VARA:9ª. VARA CÍVEL

    583.00.2010.168720-6/000000-000 – nº ordem 1505/2010 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X JOSE RENATO BONFIM – Fls.52:Defiro, expeça-se alvará quanto aos fiadores Mariano e Madalena, onde o mesmo já encontra-se pronto em cartório, comprovando a distribuição no prazo de 05 dias a partir da retirada. Comprovado, aguarde-se resposta por 30 dias. Quanto ao réu Jose, proceda-se o aditamento do mesmo. Int – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142

    PROCESSO :1.8.26.0001
    CLASSE :D ESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO CUMULADO COM COBRANÇA
    REQTE : Comercial, Construções & Serviços Blanchard Ltda
    ADVOGADO : 237142/SP – Patricia Kondrat
    REQDO : Julio Reinaldo Oliveira Perez
    VARA:1ª VARA CÍVEL

    6951-2/000000-000 – nº ordem 597/2010 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA E OUTROS X JURANDIR MARTINS DE MOURA E OUTROS – Aguarde-se por 05 dias promoção de ato que cabe a(o) autor(a). Ao silêncio, intime-se por carta, para dar regular prosseguimento ao feito, em 48:00 horas, sob pena de extinção. Int. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    Diário: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – Caderno 3 – Judicial – 1ª Instância – Capital Data..: 24/02/2011 – Fóruns Centrais – Fórum João Mendes Júnior – 34ª Vara Cível 34º OFÍCIO CÍVEL Fórum Central Cível João Mendes Júnior – Comarca de São Paulo JUIZ: CLAUDIO EMANUEL GRAZIOTTO
    583.00.2006.164918-9/000000-000 – nº ordem 914/2006 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X LANE DANIELE ALVES DA SILVA – Vistos, Requeira a autora o que de direito, em cinco dias. No silêncio, aguarde-se provocação no arquivo. Int. – ADV EMERSON LAVANDIER OAB/SP 180949 – ADV ROBSON RIBEIRO LEITE OAB/SP 167250

    583.00.2007.227907-9/000000-000 – nº ordem 2462/2007 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL & SERVIÇOS J.V.B LTDA X LEONARDO LUIZ PINTO MARQUES E OUTROS – NOTA DO CARTÓRIO.; fls.116; manifeste-se a Autora e fls. 119 – ciência. – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598 – ADV ISRAEL XAVIER FORTES OAB/SP 125282

    583.00.2010.158041-8/000000-000 – nº ordem 1421/2010 – Execução de Título Extrajudicial – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X LUCIO DA SILVA E OUTROS – Fls. 112 – Fls. 110: bloqueio realizado em 18 de março de 2011, mas infrutífero. Ao arquivo, de imediato (aguardando-se provocação). – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598 – ADV JOSUE DE PAULA BOTELHO OAB/SP 276565

    583.00.2009.215693-6/000000-000 – nº ordem 2670/2009 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X MARCOS PAULO DE SOUZA SARAN E OUTROS – Fls. 65 – Manifeste-se a Autora acerca do interesse na execução do julgado, apresentando a memória discriminada do cálculo, se o caso. No silêncio, ao arquivo. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598 – ADV RODRIGO SARAN OAB/MS 11365

    Diário: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – Caderno 3 – Judicial – 1ª Instância – Capital Data..: 03/03/2010
    583.00.2005.032985-0/000000-000 – nº ordem 521/2005 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA. X MARIA BATISTA DA SILVA – Fls. 157 – Vistos. Fls. 156: Suspendo o andamento do feito com base no artigo 791, II, do CPC, pelo prazo de 06 meses. Após, diga a exequente em termos de prosseguimento. Int. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    2986-3/000000-000 – nº ordem 522/2005 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA. X MARIA DO CEO SOUZA – Certidão (Portaria 01/05) – Manifestem-se as partes sobre estimativa de honorários periciais estipulados pela Srª. Perita. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598 – ADV ELAINE RODRIGUES VISINHANI OAB/SP 139286

    Diário: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – Caderno 3 – Judicial – 1ª Instância – Capital Data..: 10/01/2011 Fóruns Centrais – Fórum João Mendes Júnior – 4ª Vara Cível 583.00.2006.164919-1/000000-000 – nº ordem 950/2006 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL & SERVIÇOS J.V.B LTDA X MARIA IVANILDA DA SILVA – Fls. 231- Ciência do ofício (DRF). – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    583.00.2010.126570-9/000000-000 – nº ordem 612/2010 – Embargos à Execução – MARIA DO CARMO FERREIRA E OUTROS X COMERCIAL E SERVIÇOS JVB LTDA. – Fls. 49 – Trata-se de embargos de declaração opostos por MARIA DO CARMO FERREIRA, impugnando a constrição judicial levada a efeito em desfavor da embargante. Os embargos são tempestivos. Contudo, são impassíveis sequer de conhecimento, porquanto veiculam matéria alheia ao objeto dos embargos à execução. Ante o exposto, NÃO CONHEÇO os embargos de declaração opostos por MARIA DO CARMO FERREIRA, tendo em vista o objetivo de alterar o julgado, distanciando-se das hipóteses de cabimento previstas no artigo 535 do Código de Processo Civil. – ADV LUIS FERNANDO VILAS BOAS BONACHELA OAB/SP 230540 – ADV MARCOS DE TOLEDO OAB/SP 261389 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    PROCESSO:583.00.2011.115411
    Nº ORDEM:01.28.2011/000316
    CLASSE:DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO
    REQUERENTE:COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA
    ADVOGADO:237142/SP – PATRICIA KONDRAT
    Requerido:MARIA LUIZA BRUNO
    VARA:28ª. VARA CÍVEL

    583002005112434-1/000000-000 – nº ordem 1660/2005 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X PAULO ROBERTO COSTA BO ES E OUTROS – Fls 101 – Comprove o autor, o encaminhamento da carta precatória retirada em 23/09/11 ou informe o seu andamento, em 48 horas No silêncio, intime-se a dar andamento ao feito, em 48 horas, sob pena de extinção Int – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    583.00.2009.206728-8/000000-000 – nº ordem 2962/2009 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS JVB LTDA X RACHEL FREITAS RAMOS E OUTROS – CIENCIA DO RECIBO DE PROTOCOLAMENTO DE BLOQUEIO DE VALORES E DETALHAMENTO DE ORDEM JUDICIAL DE BLOQUEIO DE VALORES. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142

    Diário: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – Caderno 3 – Judicial – 1ª Instância – Capital Data..: 13/01/2011 – Fóruns Centrais – Fórum João Mendes Júnior – 18ª Vara Cível DÉCIMO OITAVO OFÍCIO CÍVEL Fórum Central Cível João Mendes Júnior – Comarca de São Paulo JUIZ: LUIZ BEETHOVEN GIFFONI FERREIRA
    583.00.2009.206728-8/000000-000 – nº ordem 2962/2009 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS JVB LTDA X RACHEL FREITAS RAMOS E OUTROS – Fls. 56v – Ciência da certidão do oficial de justiça. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142

    Diário: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – Caderno 3 – Judicial – 1ª Instância – Capital
    Data..: 11/04/2011 – Fóruns Centrais – 15ª Vara Cível CARTÓRIO DO 15º OFÍCIO CÍVEL CENTRAL Fórum Central Cível João Mendes Júnior – Comarca de São Paulo JUIZ: DAISE FAJARDO NOGUEIRA JACOT
    583.00.2010.188312-2/000000-000 – nº ordem 1709/2010 – Despejo (ordinário) – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X RAIMUNDA SUZANA SILVA DE SANTANA – Processo nº 2010.188312-2 Diante do que consta dos autos, manifeste-se o Autor em termos de prosseguimento do feito, em cinco (5) dias, sob pena de extinção (v. artigo 267, III e IV, do Código de Processo Civil), implicando o silêncio em concordância. Int. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    PROCESSO:583.00.2011.186632
    Nº ORDEM:01.31.2011/001602
    CLASSE:DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO1
    REQUERENTE:COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA
    ADVOGADO:95409/SP – BENCE PAL DEAK
    Requerido:RENATO SILVEIRA DA ROSA E OUTRO
    VARA:31ª. VARA CÍVEL

    583002008162393-4/000001-000 – nº ordem 1102/2008 – Despejo por Falta de Pagamento – Carta de Sentença COMERCIAL, CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X REBOUÇAS COMÉRCIO DE LIVROS E INFORMÁTICA LTDA E OUTROS – Autos nº 081623934/01 Vistos Diga a autora se há algo mais a requer nesta carta de sentença, arquivandose os autos, em caso de inércia Int – ADV BENCE PAL DEAK OAB/SP 95409 – ADV MARCO AURELIO FERREIRA LISBOA OAB/SP 92369 – ADV REGINALDO LOURENCO PIERROTTI JUNIOR OAB/SP 257118

    PROCESSO:583.00.2010.184928
    Nº ORDEM:01.17.2010/001751
    CLASSE:DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO
    REQUERENTE:COMERCIAL SERVIÇOS & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA.
    ADVOGADO:237142/SP – PATRICIA KONDRAT
    Requerido:REGINA MAURA DOS SANTOS E OUTRO
    VARA:17ª. VARA CÍVEL

    6632-0/000000-000 – nº ordem 1602/2011 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X RENATO SILVEIRA DA ROSA E OUTROS – Fls. 69 – Arbitro os honorários advocatícios em 20%. Cite-se a parte requerida, para oferecer resposta em 15 dias, pena de revelia. Defiro, independentemente de requerimento, o direito de emendar a mora, a ser exercido no mesmo prazo da resposta, mediante o depósito do valor incontroverso, à Ordem do Juízo. – ADV BENCE PAL DEAK OAB/SP 95409

    PROCESSO:583.00.2011.101591
    Nº ORDEM:01.01.2011/000025
    CLASSE:EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL
    REQUERENTE:COMERCIAL E SERVIÇOS JVB LTDA
    ADVOGADO:237142/SP – PATRICIA KONDRAT
    Requerido:ROBSON DE CAMARGO SILVA E OUTRO
    VARA:1ª. VARA CÍVEL

    Processo 0003262-5120118260008 – Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança – Locação de Imóvel – Comercial Construções & Serviços Blanchard Ltda – Rosilania Santos Pereira – INFORMAÇÃO: fls 122: MANIFESTE-SE a autora sobre a certidão do sroficial de justiça, no prazo de cinco dias: CERTIDÃO CERTIFICO eu, Oficial de Justiça, que em cumprimento ao mandado nº 0082011/004818-6 dirigi-me ao endereço: sito à Rua Arapoca nº 102 na Vila Formosa aos 03/04 às 11:15hs (domingo), endereço comercial onde está estabelecido um bar/lanchonete e ali estando deixei de citar ROSILANIA SANTOS PEREIRA por não a encontrar, sendo informado pela proprietária Srª Evanilde que a ré tendo se retirado da sociedade daquele Estabelecimento ali não mais trabalha; motivo pelo qual dei ciência a Srª EVANILDE APARECIDA CESÁRIO, na qualidade de sublocatária, do inteiro teor do mandado que lido de tudo bem ciente ficou, aceitou a contrafé que lhe ofereci e exarou o seu ciente Nada mais O referido é verdade e dou fé São Paulo, 07 de abril de 2011 – ADV: PATRICIA KONDRAT (OAB 237142/SP), GUSTAVO LIMA FERNANDES (OAB 242598/SP)

    583.00.2009.133701-7/000000-000 – nº ordem 917/2009 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL & SERVIÇOS JVB LTDA E OUTROS X RUBENS CAVALCANTE DE OLIVEIRA E OUTROS – Manifeste-se o exequente, tendo em vista a frustração da tentativa de bloqueio on line, via sistema BACEN JUD. Intime-se. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 -ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    583.00.2010.197739-8/000000-000 – nº ordem 1923/2010 – Execução de Título Extrajudicial – COMERCIAL & SERVIÇOS J.V.B. LTDA X SIRLENE AZEVEDO E OUTROS – Fls. 67/68: Cuida-se de execução de título extrajudicial. Recolha o requerente as custas para citação referente ao Prov. CG 08/85. Após, desentranhe-se o mandado para citação. Int. – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142

    PROCESSO:583002011222155
    Nº ORDEM:01292011/002138
    CLASSE: DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO
    REQUERENTE: COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA
    ADVOGADO:237142/SP – PATRICIA KONDRAT
    Requerido: SONIEL ALEXANDRE FALCÃO DE FREITAS
    VARA:29ª VARA CÍVEL

    PROCESSO:583.00.2009.215979
    Nº ORDEM:01.12.2009/002545
    CLASSE:DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO
    REQUERENTE:COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA
    ADVOGADO:237142/SP – PATRICIA KONDRAT
    Requerido:TATIANE APARECIDA CLARO DE SOUZA E OUTROS
    VARA:12ª. VARA CÍVEL

    583002012108011-1/000000-000 – nº ordem 199/2012 – Renovatória de Locação – TRES POR QUATRO RESTAURANTE E BAR LTDA X COMERCIO, CONSTRUÇÕES E SERVIÇÕS BLANCHARD LTDA- Fls 828: Certidão do cartório os autos do processo supra encontram-se em Cartório, aguardando manifestação das partes quanto à especificação de provas, bem como sobre interesse em audiência de tentativa conciliação – ADV WALKER ORLOVICIN CASSIANO TEIXEIRA OAB/SP 174465 ADV BIANCA ESTEVES RUBELLO OAB/SP 281751 – ADV BENCE PAL DEAK OAB/SP 95409

    1104-6/000000-000 – nº ordem 1318/2009 – Despejo (ordinário) – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA E OUTROS X VALDIR LIRA DA SILVA E OUTROS – Vistos Fls. 90/110: Manifeste-se o exequente. Após, conclusos. Int – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    Processo 0022867-9820118260002 – Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança – Locação de Imóvel Comercial, Construções & Serviços Blanchard Ltda – Valter Lins Jose Viana da Silva e outro – Vistos Fls 58/59: à parte contrária (os réus requerem prazo de três meses para desocupar o imóvel locado) Int São Paulo, 04 de abril de 2012 Adriana Borges de Carvalho Juiz(a) de Direito – ADV: PATRICIA KONDRAT (OAB 237142/SP)

    PROCESSO :1.8.26.0002
    CLASSE :D ESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO CUMULADO COM COBRANÇA
    REQTE : Comercial, Construções & Serviços Blanchard Ltda
    ADVOGADO : 237142/SP – PATRICIA KONDRAT
    REQDO : Valter Lins Jose Viana da Silva
    VARA:7ª VARA CÍVEL

    Diário: Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – Caderno 3 – Judicial – 1ª Instância – Capital Data..: 26/01/2011 Fóruns Regionais e Distritais – VI – Penha – Cível 3ª Vara Cível JUÍZO DE DIREITO DA 3ª VARA CÍVEL JUIZ(A) DE DIREITO ADAISA BERNARDI ISAAC HALPERN ESCRIVÃ(O) JUDICIAL RITA DE CASSIA LOURENCAO GARCIA EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS RELAÇÃO Nº 0012/2011 Processo 0204866-40.2009.8.26.0006 (006.09.204866-3) – Despejo por Falta de Pagamento – Locação de Imóvel – Comercial, Construções e Serviços Blanchard Ltda. – Veronese Comércio de Plasticos e Ferragens Ltda – Manifeste o(a) requerente/exequente acerca da certidão negativa do Sr. Oficial de Justiça, no prazo legal. Na inércia, aguarde-se por 30 dias eventual requerimento do(a) mesmo(a), decorrido referido prazo, sem manifestação, cumpra-se o ítem 49 das N.S.C.G.J., intimando-se pessoamente o(a) autor(a) para em 48 horas dar andamento ao feito, sob pena de extinção. – ADV: GUSTAVO LIMA FERNANDES (OAB 242598/SP), PATRICIA KONDRAT (OAB 237142/SP)

    583002010183911-0/000000-000 – nº ordem 1660/2010 – Execução de Título Extrajudicial – COMERCIAL CONSTRUÇÕES& SERVIÇOS BLANCHARD LTDA X VICENTE CANDIDO XAVIER E OUTROS – Ao autor, manifestar-se, em cinco dias, sobreo resultado negativo do mandado – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598 – ADV JOAO DIONISIO DA SILVA GAULES OAB/SP 126374

    PROCESSO:583.00.2009.209746
    Nº ORDEM:01.11.2009/002184
    CLASSE:DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO
    REQUERENTE:COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA
    ADVOGADO:237142/SP – PATRICIA KONDRAT
    Requerido:VILMA GOMES E OUTROS
    VARA:11ª. VARA CÍVEL

    583.00.2003.082149-6/000000-000 – nº ordem 1314/2003 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLAHCHARD LTDA. X YOUNG DEUK SEO E OUTROS – Nota de cartório: Tendo em vista a devolução do mandado ou carta de CITAÇÃO COM RESULTADO NEGATIVO, fica o autor intimado a se manifestar no prazo de 05 dias. – ADV GUSTAVO LIMA FERNANDES OAB/SP 242598

    PROCESSO:583.00.2011.129122
    Nº ORDEM:01.14.2011/000559
    CLASSE:DESPEJO (ORDINÁRIO)
    REQUERENTE:COMERCIAL & SERVIÇOS JVB LTDA
    ADVOGADO:237142/SP – PATRICIA KONDRAT
    Requerido:WAGNER DOS ANJOS ROCHA E OUTRO
    VARA:14ª. VARA CÍVEL

    583.00.2003.076478-3/000000-000 – nº ordem 1257/2003 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA. X WILLIAN CORDEIRO – Fls. 279 – Primeiramente, apresente o exeqüente CRI atualizada. Após, conclusos para deliberações. Int. – ADV EMERSON LAVANDIER OAB/SP 180949 – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV MARCO ANTONIO DA SILVA OAB/SP 108934 – ADV EBENEZER MOREIRA VITAL OAB/SP 63469

    583.00.2003.076478-3/000000-000 – nº ordem 1257/2003 – Despejo por Falta de Pagamento – COMERCIAL CONSTRUÇÕES & SERVIÇOS BLANCHARD LTDA. X WILLIAN CORDEIRO – Fls. 343 – Vistos. Ante os documentos de fls. 262/263, defiro ao executado os benefícios da justiça gratuita. Anote-se. Assim, bem como considerando a perícia deferida, intime-se a Defensoria Pública para reserva dos honorários cabíveis, nos termos da Tabela Própria, em nome da Perita nomeada. Int. – ADV EMERSON LAVANDIER OAB/SP 180949 – ADV PATRICIA KONDRAT OAB/SP 237142 – ADV MARCO ANTONIO DA SILVA OAB/SP 108934 – ADV EBENEZER MOREIRA VITAL OAB/SP 63469

    Intimação Prazo 20 Dias Processo nº 583002004050408-0 (842/04)
    A Dra CLAUDIA DE LIMA MENGE, Juíza de Direito da 20ª Vara Cível do Foro Central da Comarca da Capital Faz saber a Azor Guimarães Sobrinho ( nº 719485 e ###.###.###-## ), que Comercial Construções & Serviços Blanchard Ltda ajuizou uma ação de Despejo por Falta de Pagamento, ora em fase de execução de sentença, referente ao contrato de locação do imóvel situado nesta Capital à Rua Capote Valente, 984, Casa 04, Pinheiros Estando o Executado em lugar ignorado, foi deferida sua intimação por edital, para que em 15 dias, a fluir após os 20 dias supra, pague o débito de R$ 11399,49 (Junho/2011), acrescido das cominações legais, sob pena de multa de 10% do montante da condenação (art 475-J, do CPC), acrescido pela lei 11232 de 22/12/2005 Será o presente edital, afixado e publicado na forma da lei São Paulo,

  • MILTON DA CRUZ QUEIROGA

    LÊIA COM ATENÇÃO : ENFIARAM A BUCHA NA MAÇONARIA. A BURSCHENSCHAFT AINDA
    MANDA E DESMANDA NO BRASIL.

    OS INTOCÁVEIS da Camôrra de cima… A Bucha, o Judiciário, a Maçonaria e a
    Venda de Sentenças

    A Camôrra de cima sempre unida, mais uma confirmação dos nossos Estudos e
    os Livros do arqui-inimigo da Maçonaria o Sr. Gustavo Barroso, em seu Livro
    ” SINAGOGA PAULISTA e os “PROTOCOLOS DOS SÁBIOS DE SIÃO”.
    Matéria esta divulgada no Jornal do Brasil do dia 2352007, confirma e revela
    o Programa dos illuminatis n° 12: 
    “Desmoralizar às classes superiores por todos os meios e provocar o
    furor das massas pela visão das torpezas estupidamente cometidas pelos
    ricos.”

    Confirma-se também que o “FORO” protege a Camôrra de Cima…… A
    Elite do Poder que atua de forma exógena e endógena no Estado. Nós procuramos o
    fio que liga ocultamente os fatos da vida nacional. Encontramo-os nas mãos do
    Judaísmo e das Sociedades Secretas, e suas aliadas: Maçonaria, Bucha
    ou Burschenschaft da Faculdade de São Paulo.
    Defendemos nossa “Tése”, e para deitá-la por terra, seria necessário
    vir a público e defender a tése ou antitése que a Bucha, Maçonaria e o Judaísmo
    são excelentes e querem o bem do Brasil e do Mundo.
    Os Protocolos dos Sábios de Sião obedecem às orientações do poder oculto Judaico.
    Essas revoluções, atitudes, manipulações, domínio, poder não são nacionais, não
    são Brasileiras  e sim internacionais e
    Maçônico-Judaicas. Às pessoas que
    serviram e servem a Maçonaria, servem e serviram ao Judaísmo, não serviram ao
    Brasil ou ao mundo, é lógico e irrefutável. Nos regimes democráticos
    dizem os seus adversários, a mentira governa. Os preceitos da técnica
    aconselham a praticar a pequena mentira inútil diante da benevolência das
    massas. A mentira tem de ser de grande porte, para que se imponham às imaginações
    e adormeçam os raciocínios. Aceita então com facilidade e solvida com volúpia,
    até a parte mais esclarecida do país é um verdadeiro sistema do qual usam e
    abusam os beneficiários diretos do Governo.
    Essas sim são as
    forças ocultas invencíveis cuja a existência nem todos conhecem….

    O FORO……
    Cria homens frios, cruéis, cabeçudos, sem princípios, que em todos os momentos colocam-se
    num terreno impessoal, puramente legal. Estão habituados a tudo empregar no
    interesse da defesa de seus clientes e não para o bem social. Geralmente não recusam causa alguma,
    procurando obter absolvições a todo preço, recorrendo às sutilezas da Jurisprudência, assim desmoralizam os Tribunais. Permitindo essa profissão dentro de
    limites estreitos, faremos de seus membros para evitar aqueles mal funcionários
    executivos. Os advogados serão privados, assim como os Juízes do direito de
    comunicar com os demandistas; receberão às causas no Tribunal, analisá-las-ão
    conforme os pareceres e os documentos dos altos e defenderão os clientes depois
    de seu interrogatório pelo Tribunal. Uma vez esclarecidos os fatos,  receberão honorários independentemente da qualidade
    do processo. Deste modo teremos uma defesa honesta e imparcial, guiada não por
    interesse  mas pela convicção. Isto
    suprimirá entre outras coisas, a  atual  corrupção de assessores, que não consentirão
    mais em dar ganho de causa somente a quem paga.

    E Para ampliar nossas pesquisas, o Jornal O Globo do dia 28/01/2012, de
    Sábado pág. 4, o colunista Efrém Ribeiro, entrevistou o Dr. Marcos Faver ( Presidente do Conselho Permanente e
    Desembargador Aposentado pelo TJ do Rio de Janeiro), que confirma que existe
    uma CAMORRA (Máfia) que controla
    a Venda de Sentença e manipula todos os setores da Sociedade. É imprensa divulgando, são escritores,
    colunistas, pastores, padres, evangélicos(…). Conforme Dr. Faver esses Juízes devem ter suas  CABEÇAS
    CORTADAS EM PRAÇA PÚBLICA, e pior confirmou também a ação do crime endógeno no Brasil. Como existem
    Juízes bons, existe uma Máfia Paralela que comanda essa Camôrra de Cima, e quem denuncia é Morto. Como exemplo temos a Juíza morta pela
    cúpula da Polícia Militar e Judiciaria do Rio de Janeiro.
    Conforme às informações do próprio historiador Gustavo Barroso, que denunciou a
    vinda de um Illuminati e Judeu JULIO FRANK, que no Largo de São
    Francisco na Faculdade de Direito da USP, plantou a Semente da BUCHA
    Paulista, coração da Sinagoga de Satanás. 
    É de lá que surgiu grandes
    Juristas que lotearam e aparelharam o Judiciario Brasileiro, até os dias atuais.
    Há uma identificação muito grande entre Itália e  Brasil. Na Itália, a Máfia toma certos setôres
    do governo, e no Brasil o crime organizado toma certos setôres do Brasil
    (Endógeno: destruir o Estado Nacional de dentro para fora, ou seja, usar o
    Estado para fazer a revolução como ensinou o Filósofo Antonio Gramci), e o Juízes que denunciam estão sendo assassinados
    no Brasil igual na Itália.  Esta similitude faz com que temos
    o Juiz Giovanni Falcone como uma  referência muito grande.
    Leiam: O Subversivo – ” Vamos nos infiltrar no meio da sociedade de bem
    e subverter o sistema capitalista e democrático, para surgir uma Nova Ordem
    Mundial, no meio do Caos”.

    Para confirmar essa movimentação financeira atípica, foi descoberta pelo
    COAF – Orgão de inteligência financeira da Receita Federal ( igual a ABIM que
    cruza as informações de todos e de tudo, dentro e fora do Brasil com respeito
    ao cidadão Brasileiro), através do supercomputador  que está no subsolo do Banco Central do Brasil
    em Brasília, que é chamado carinhosamente de HALL. Segundo informações do ex-vereador
    Rubens Sodré (  informações recebidas de
    um Funcionário Público Federal que trabalha na Receita ), agora todos nós
    estamos controlados e monitorados e essa quadrilha está caindo na rede do
    sistema oculto do governo privado, pois estamos chegando ao fim da privacidade,
    inclusive os Juízes da “banda podre” estão sendo denunciados pelo CNJ, são os
    Mafiosos de TOGA.
    O COAF e o CNJ querem abrir a Caixa de Pandora que nosso Ilustríssimo ex-Presidente
    fantoche Luís Inácio Lula da Silva, chamava de Caixa Preta do Judiciário. A
    Pergunta é:
    quem salvará os Filhos da Viúva se abrirem a Caixa de Pandora???? Gilmar Mendes
    ??? Dilma ???? Sarney??? Zveiter ???? ou Barack Obama???? ou até Robert Rubim e
    seus comparsas da WALL STREET ou Eike Batista ????
    Exemplo: A venda de sentença contra o Barão de Mauá e o Banco dos Rothschild no
    Brasil, onde no próprio filme brasileiro mostra um JUIZ corrupto e inepto
    vendendo a SENTENÇA e dá ganho de causa aos ROTHSCHILD, ou seja, a história repete-se  uma vez mais no Brasil, desde da época da
    Monarquia e do Império até hoje, sendo uma prática jurídica no Brasil, infelizmente para o desgosto da nação,
    como diz Boris Casoy: ISSO É UMA VERGONHA !!!!!
    Mais uma vez enfiaram
    a Bucha na Maçonaria
    !!!!! porém não descobriram o segredo da Acácia Perdida. A Bucha tem a Chave e
    o Principal, O CHAVEIRO, mas não sabe a Palavra do Mestre !!!!!
    A Pergunta está lançada ….

    Atentai-vós !!!!

    Carlos Martins Leonardo C. Santos Teólogos – Pesquisadores – Escritores http://www.artigonal.com

    Publicado em: 30/01/2012

    carlos martins – Perfil do Autor:

    Nascido em 25/05/1976, Rio de Janeiro-RJ-Brasil, Membro da Assembléia de
    Deus – Ministério Madureira Bacharel em Teologia. É Pesquisador, Jornalista,
    Cientista Político  e atualmente se
    dedica aos estudos políticos, económicos , sociais e seus fenômenos ligados a
    ciência da religião e a comparação filosófica entre conceitos teológicos das
    novas tendências da Nova Era e do projêto de construção do novo governo
    mundial, assunto escatológico muito comentado nas igrejas e centros de estudos
    avançados do mundo inteiro, principalmente por países desenvolvidos.

     

    Para ter acesso a um caso específico e real de corrupção por parte da
    Camôrra de Cima acesse os links abaixo:

    http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/profile/MILTONCRUZ
    http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/profiles/comment/list?attachedToType=User&attachedTo=2gq4jialtmdmw&commentId=2806036%3AComment%3A186230&xg_source=activity
    http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/
    http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/profiles/blogs/denuncia-urgente?xg_source=activity
    http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/profiles/blog/show?id=2806036%3ABlogPost%3A119418&commentId=2806036%3AComment%3A185851&xg_source=activity
    http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/profiles/blog/show?id=2806036%3ABlogPost%3A148340&commentId=2806036%3AComment%3A185678&xg_source=activity

     

    Empresas e sócios implicados:

    Sr. ADAM BLAU, de nacionalidade brasileira, CPF: 004.443.088-49, RG:
    2.865.185-6 – SSP/ SP , residente à Rua Caraça, n° 327 – Vila Beatriz, CEP
    05447-130, São Paulo – SP, empresa COMERCIAL
    , CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA – CNPJ 59.377.572/0001-37 – sito à
    Rua Estados Unidos, n° 2.280 – CEP 01427-002 – Jardim Paulista – São Paulo –
    Capital, empresa COMERCIAL , CONSTRUÇÕES
    E SERVIÇOS BLANCHARD LTDA , Rua Caraça, 327 Vila Madalena – CEP 05.447-130
    – Vila Madalena – São Paulo, COMERCIAL E
    SERVIÇOS JVB LTDA sito à Rua Estados Unidos, 2280 – Mezanino – CEP
    01427-002 – Jardim América – São Paulo – Capital,  COMERCIAL,
    CONSTRUTORA E SERVIÇOS APB LTDA NIRE – 35215429647, sito ora à Rua Estados
    Unidos 2.280 – CEP 01427-002 – Jardim América – SP ou Av. Brigadeiro Faria Lima
    1616 – 2° andar – CEP 01451-001 – Jardim Paulistano – SP, empresa: COMERCIAL CONSTRUTORA E SERVIÇOS BLAU LTDA
    NIRE 35217523349  , empresa COMERCIAL CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS BLAU LTDA
    NIRE 35600140708 ( transformada em Comercial
    Construções e Serviços Blau EIRELI  na
    data de 03/09/2012 )  , empresa GALERIA DE ARTE ANDRÉ IMPORTAÇÃO,
    EXPORTAÇÃO, COMÉRCIO DE QUADROS E TAPETES LTDA – sito à Rua Estados Unidos,
    n° 2.280 – CEP 01427-002 – Jardim Paulista – São Paulo – Capital, e alguns dos
    seus respectivos sócios : Sra VALDICÉIA
    DE SOUZA BLAU, brasileira, empresária, CPF: 030.632.958-17, RG:
    14.226.222-5 – SSP/ SP residente residente à Rua Caraça, n° 327 – Vila Beatriz,
    CEP 05447-130, São Paulo – SP, Srta JULIANA
    BEATRIZ DE SOUZA BLAU, brasileira, CPF: 132.784.268-86, RG: 24.656.056-3 –
    SSP/ SP, residente residente à Rua Caraça, n° 327 – Vila Beatriz, CEP
    05447-130, São Paulo – SP, Sr. ANDRÉ PHILIPPE
    PAGLIUCA BLAU, brasileiro, empresário, CPF: 118.458.128-24, RG: 15.710.244
    – SSP/ SP, residente à Rua Itaiteva, n° 206, Apto 11, Morumbi – CEP 05713-470 ,
    Sra. ANDRÉA ANA HELENA PAGLIUCA BLAU DE
    PAULO, brasileira, CPF: 092.883.588-03, RG: 15.710.243-9 – SSP/ SP,
    residendente à Rua Elias Cutait, n° 127 – Cidade Jardim, CEP: 05672-020 e
    igualmente da empresa TETRA
    EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA – CRECI 10.896-J – Av. Brigadeiro Luis
    Antônio, n° 733 – Loja 05 – CEP: 01317-904 – Bela Vista – São Paulo além dos
    advogados BENCE PÁL DEÁK (OAB
    95409/SP), PATRÍCIA KONDRAT (OAB
    237142/SP) e VERUSCA SEMINATE LOURENÇO
    (OAB 254144/SP).

    Existem mais empresas implicadas
    no caso e todas  pertencentes ao mesmo
    sócio : O Sr. ADAM BLAU.

     

    MILTON DA CRUZ QUEIROGA

    C.P.F. 683.674.306-20

    RG- 36.739.719-5

     

  • MILTON DA CRUZ QUEIROGA

    Ȍȥ

    Ministra NANCY
    ANDRIGHI utiliza dados falsos
    de processo para livrar a barra de amigos corruptos envolvidos no ESCÂNDALO DOS
    LEILÕES DE IMÓVEIS DA JUSTIÇA DO TRABALHO.

    Não podemos aceitar que uma pessoa do mesmo nível
    que estes corruptos continue ocupando um cargo tão influente no Judiciário.
    Esta conexão da MAÇONARIA não têm nenhum escrúpulo, tudo gente saØ#Ӝ₩
    sem-v₱#¤%#ƔØ e pi&₩Ø?Ɣ%. CHEGA!

    Entenda a pilantragem…

    A Sexta Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do
    Sul confirmou condenação da GOOGLE S.A. a pagar indenização por danos morais no
    valor de 4.150,00. A sentença foi devido à criação, por um terceiro, de um
    perfil falso em um site de relacionamento. Na página falsa foram realizadas
    montagens nas fotos originais e inclusão em comunidades de cunho pejorativo.

    Caso

    A autora da ação
    narrou que criou perfil no Orkut, site de relacionamento da internet e,
    posteriormente, percebeu que suas fotos e seus dados pessoais haviam sido
    utilizados, por terceiros, para se passarem por ela e criar um perfil falso.
    Foram feitas montagens com as imagens provenientes de seu perfil e também
    efetuada a inclusão em comunidades que possuíam cunho pejorativo. A ação na
    justiça pleiteou danos morais, pela utilização indevida de sua imagem de
    pessoas de suas relações, e porque a ré GOOGLE não retirou de imediato a
    clonagem do site.

    A GOOGLE S.A. apelou argumentando que não pode ser condenada
    por um ato que um terceiro realizou e que não houve inércia de sua parte, pois
    assim que foi alertada sobre o perfil falso fez a retirada. Alegou que a autora
    expôs seus dados pessoais e fotos, concorrendo para acesso de qualquer, e
    atribuiu a culpa ao terceiro que clonou o perfil.

    Na Comarca de Porto Alegre, a Juíza de Direito Ana Beatriz
    Iser julgou a ação procedente, sentenciando a ré a indenizar

    Voto

    Segundo o relator do caso, Desembargador Artur Arnildo
    Ludwig, é fundamental ressaltar que o uso indevido da imagem gera à autora
    danos que merecem indenização, até porque a ré não retirou o perfil falso de
    imediato. Considerou aplicável o Código de Defesa do Consumidor, pois as partes
    encontram-se na relação consumidor e fornecedor de serviços, mesmo que esse
    seja fornecido a título gratuito. De acordo com o Magistrado existe remuneração
    no serviço prestado:

    É inegável que o réu obtém remuneração indireta pelo serviço
    do Orkut, por meio da divulgação de propagandas e do nome da própria empresa
    Google, o que certamente contribui para que este aufira ganhos econômicos, de
    forma que é perfeitamente aplicável ao caso em exame o Código de Defesa do
    Consumidor, sendo viável, por conseguinte, a inversão do ônus probandi.

    No entendimento do relator, a fixação do valor dos danos
    morais deve levar em consideração as circunstâncias factuais, o caráter
    retributivo/punitivo, a reparação do dano sofrido e inoperabilidade de
    enriquecimento ilícito de uma das partes. Assim, de acordo com o magistrado,
    não houve necessidade de majoração ou redução do valor fixado na sentença. O
    Desembargador Luís augusto Coelho Braga acompanhou a decisão do relator.

    O Desembargador Ney Wiedemann Neto divergiu do relator,
    considerando razoável o prazo de seis dias para retirada da página falsa pelo
    provedor.

    Apelação Cível nº 70027841394

     

    PÁGINAS DO
    PORTAL  QIR  SÃO INTIMADAS A SEREM RETIRADAS DO AR NO
    PRAZO DE 24 HORAS PELO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA.

    ESCÂNDALO DOS LEILÕES DE IMÓVEIS DA JUSTIÇA DO TRABALHO –
    Sr. ADAM BLAU

    Após 2 ( dois ) anos 
    de denúncias triste é constatar que o Poder Judiciário brasileiro é
    cúmplice da corrupção em todas suas instituições. Neste espaço de tempo não
    tiveram o tempo de investigar às denúncias que portanto são extremamentes
    graves. Mais triste ainda é ver que através de certas atitudes buscam ainda por
    cima retirar estas denúncias completamente da internet, aliviando assim a barra
    dos companheiros. 

    No caso presente sob a alegação de “denúncia de abusos”
    através de um perfil falso que vinha denegrindo a imagem de uma mulher ( SEM
    CITAR O NOME ) foi determinada a retirada da página no prazo máximo de 24 horas
    por parte da TERCEIRA TURMA do SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA ( que por
    coincidência foi um dos primeiros órgãos a receberem as denúncias sobre este
    escândalo  – possuo comprovantes de envio
    datados ). Em dois anos não tiveram tempo para averiguar os fatos.

    Mas no caso se tal denúncia refere-se unicamente a uma
    pessoa ( sem nome ) mais fácil seria
    solicitar que fosse apagado o nome desta “tal mulher” que a situação estaria
    resolvida e as denúncias continuariam a ajudar a informar aos interessados dos
    golpes que vêm ocorrendo, permitindo às vítimas de se precaverem ou terem
    ciência dos fatos.  Acho que qualquer
    magistrado honesto pensaria desta forma e no bem comum da sociedade.  Mas porquê retirar TODAS AS PÁGINAS ??? Muito
    nebuloso tudo isso. Leiam e tirem suas próprias conclusões sobre A DENÚNCIA
    DA MULHER SEM NOME….

    http://www.qir.com.br/?p=3866

    Denúncia contra – Construções e Serviços Blanchard LTDA …

    Esta empresa está realizando um dos maiores esquemas de
    lavagem de dinheiro em São Paulo – CUIDADO! O pior de tudo isto é estarem sendo
    acobertados pela JUSTIÇA …

     

    A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ)
    definiu em 24 horas o prazo para que o provedor de internet retire do ar
    mensagens postadas em redes sociais e denunciadas como ofensivas, sob pena de
    responder solidariamente com o autor direto do dano. O prazo deve ser contado a
    partir da notificação feita pelo usuário ofendido e a retirada tem caráter
    provisório, até que seja analisada a veracidade da denúncia.

     A decisão foi tomada
    no julgamento de recurso especial interposto pelo Google. Consta no processo
    que, após ter sido notificado, por meio da ferramenta “denúncia de abusos”
    (disponibilizada pelo próprio provedor aos usuários do Orkut), da existência de um perfil falso que vinha
    denegrindo a imagem de uma mulher, o Google demorou mais de dois meses para
    excluir a página do site.

    Ao julgar a ação ajuizada pela ofendida, o juiz de primeira
    instância condenou o provedor ao pagamento de indenização por danos morais no
    valor de R$ 20 mil.

    Na apelação, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ)
    reconheceu a inércia do provedor no atendimento da reclamação. Apesar disso,
    deu parcial provimento ao recurso do Google, apenas para reduzir o valor da
    indenização para R$ 10 mil.

    Milhares de pedidos

    O provedor não negou os fatos, mas alegou que não houve
    omissão. Segundo ele, o intervalo de tempo entre o recebimento da notificação e
    a remoção do perfil foi razoável, visto que recebe diariamente “milhares de
    ordens judiciais e ordens de autoridades policiais, além de cartas, e-mails,
    notificações de pessoas físicas e jurídicas de todo o mundo”.

    Afirmou que cada pedido é analisado individualmente, com
    prioridade para as determinações judiciais e para os casos que demonstram uma
    “gravidade maior”. No recurso especial direcionado ao STJ, o provedor alegou
    violação ao artigo 186 do Código Civil.

    Ao analisar o pedido, a ministra Nancy Andrighi, relatora do
    recurso especial, considerou o interesse coletivo envolvido na questão, “não
    apenas pelo número de usuários que se utilizam desse tipo de serviço, mas
    sobretudo em virtude da sua enorme difusão não só no Brasil, mas em todo o
    planeta, e da sua crescente utilização como artifício para a consecução de
    atividades ilegais”.

    Prazo razoável

    Ela mencionou que, no julgamento do recurso que firmou a
    posição atualmente adotada pela Terceira Turma (REsp 1.193.764) e nos outros
    sobre o tema, inclusive nos da Quarta Turma, não foi definido objetivamente
    qual seria o prazo razoável para que páginas de conteúdo ofensivo fossem
    retiradas do ar.

     “Com efeito, a
    velocidade com que os dados circulam no meio virtual torna indispensável que
    medidas tendentes a coibir informações depreciativas e aviltantes sejam
    adotadas célere e enfaticamente”, disse.

    Ela explicou que, diante da inexigibilidade (reconhecida
    pelo próprio STJ) de o provedor controlar e fiscalizar previamente o que é
    postado em seu site, é impossível evitar a difusão de mensagens ofensivas na
    internet.

    Entretanto, tal liberdade gera a necessidade de que as
    mensagens sejam excluídas rapidamente, para minimizar a disseminação do insulto
    e, consequentemente, os efeitos posteriores à veiculação.

    Nancy Andrighi citou precedente de sua relatoria sobre o
    tema: “Se, por um lado, há notória impossibilidade prática de controle, pelo
    provedor de conteúdo, de toda a informação que transita em seu site; por outro
    lado, deve ele, ciente da existência de publicação de texto ilícito, removê-lo
    sem delongas” (REsp 1.186.616).

     

    24 horas.

    Para a ministra, uma vez notificado de que determinado texto
    ou imagem possui conteúdo ilícito, é razoável que o provedor retire o material
    do ar no prazo de 24 horas, sob pena de responder solidariamente com o autor
    direto do dano, devido à omissão.

    Apesar disso, ela considerou a afirmação feita pelo Google
    de que recebe diariamente enorme volume de pedidos e determinações de remoção
    de páginas.

    Explicou que o provedor não tem a obrigação de analisar em
    tempo real o teor de cada denúncia recebida, mas de promover, em 24 horas, a
    suspensão preventiva da página, para depois apreciar a veracidade das alegações
    e, confirmando-as, excluir definitivamente o conteúdo ou, caso contrário,
    reestabelecer o livre acesso à página.

    “Embora esse procedimento possa eventualmente violar direitos
    daqueles usuários cujas páginas venham a ser indevidamente suprimidas, ainda
    que em caráter temporário, essa violação deve ser confrontada com os danos
    advindos da divulgação de informações injuriosas, sendo certo que, sopesados os
    prejuízos envolvidos, o fiel da balança pende indiscutivelmente para o lado da
    proteção da dignidade e da honra dos que navegam na rede”, afirmou Andrighi.

    Isso não significa que o provedor poderá adiar por tempo
    indeterminado a análise do teor da denúncia, deixando o usuário, cujo perfil
    foi provisoriamente suspenso, sem explicação. Cabe a ele, o mais rápido
    possível, dar uma solução final para o caso.

    Em relação à viabilidade técnica de excluir o conteúdo
    ofensivo, a ministra verificou que a própria empresa admite ter meios para
    excluir imediatamente a página, “sendo certo que, afastada a necessidade de,
    num primeiro momento, exercer qualquer juízo de valor sobre a procedência da
    denúncia, não subsistem as ressalvas quanto à análise individual de cada
    reclamação”.

     QI.Referência: STJ –
    Superior Tribunal de Justiça

    Como publicou esta ordem em uma página que vocês podem
    acessar através do link abaixo, esta página foi retirada da internet só que
    desta vez nem houve necessidade de um processo qualquer. Desta vez foram lá e bloquearam a página mesmo, NA PORRADA para que
    ninguém saiba o que estão fazendo. E que a liberdade de expressão fique
    na Constituição para os que crêem que ela existe no Brasil. Se estão agindo
    corretamente e com honestidade porque querem esconder seus atos senhores
    Juízes, Desembargadores e Ministros?

     

    Terceira Turma fixa prazo de 24
    horas para retirada de página com …

    http://www.qir.com.br/?p=14825Em cache

    Você marcou isto com
    +1 publicamente. Desfazer

    25 jun. 2012 – ABÍLIO CESAR MARTINS – Processo
    n°583002009228629-0/000000-000 (COMERCIAL, CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS
    BLANCHARD LTDA) …

    Outras páginas do
    portal QIR igualmente foram intimadas a serem retiradas no prazo de 24 horas.

    Diversos blogs estão recebendo estas notificações por  parte do SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA que a
    princípio possui poderes para punir magistrados .  Estes blogs estão com MEDO destas intimações
    e retirando do ar as páginas contendo as denúncias. Podem averiguar que várias
    páginas não são mais encontradas. Será que estes magistrados não leram a
    gravidade das denúncias?  Cabe ressaltar
    que várias outras páginas já haviam sido retiradas e bloqueadas através da
    utilização de modo fraudulento de um acordo que havia feito com magistrados
    mediante pressão sobre a minha pessoa através de processos com juízes com um
    histórico no mínimo duvidoso ( a maioria dos processos caiu nas mãos daquela
    juíza que absolveu o Daniel Dantas e condenou as vítimas …) . Até no exterior
    sabem que ele é um corrupto (comprovado por denúncias de meios de comunicação
    respeitáveis) será que essa juíza não sabe ou não saber é mais vantajoso? Qual
    sentença vocês acham que essa juíza HONESTÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍSSIMA iria dar-me
    nestes processos? Será que preciso falar mais alguma coisa? Essa Excelência vai
    virar Desembargadora rapidinho e têm um futuro brilhante na carreira.

    Depois do Daniel Dantas esperar o quê do Poder Judiciário
    brasileiro? Quando se cai no chiqueiro só resta mesmo é rolar na merda…

    Se quiserem obter maiores informações sobre o ESCÂNDALO DOS
    LEILÕES DE IMÓVEIS DA JUSTIÇA DO TRABALHO acessem os links:

    http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/profile/MILTONCRUZ

    http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/profiles/comment/list?attachedToType=User&attachedTo=2gq4jialtmdmw&commentId=2806036%3AComment%3A186230&xg_source=activity

    http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/

    http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/profiles/blogs/denuncia-urgente?xg_source=activity

    http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/profiles/blog/show?id=2806036%3ABlogPost%3A119418&commentId=2806036%3AComment%3A185851&xg_source=activity

    http://protogenescontraacorrupcao.ning.com/profiles/blog/show?id=2806036%3ABlogPost%3A148340&commentId=2806036%3AComment%3A185678&xg_source=activity

     

    MILTON DA CRUZ QUEIROGA

     

    SUA PI&₩Ø?Ɣ%.

    ȥȌ

     

     

  • milton queiroga

    COMO O GOVERNO DILMA ROUSSEFF BLOQUEIA A INTERNET E CALA A
    IMPRENSA. ESTAMOS VIVENDO UMA DITADURA QUE AINDA NÃO FOI FORMALIZADA.

    No Brasil atual existe uma serviência dos meios de
    comunicação que calam-se diante dos atos aviltantes do governo. Neste caso
    presente podemos constatar a cumplicidade do site JUSBRASIL , do motor de
    pesquisa GOOGLE e das companhias
    telefônicas, que retiram as denúncias e os dados de informação
    obrigatória por Lei, sob simples
    solicitação da turma da lâma, sem
    autorização judicial bloqueiam às paginas que comprometem juízes maçons pilantras e outras autoridades
    maçônicas de reputação manchada. O governo do Partido dos Trabalhadores não
    possui o mínimo respeito com os direitos constitucionais e sobretudo com a
    Liberdade de Expressão garantida pela nossa Constituição Federal.

    Estas páginas estão sendo bloqueadas na internet para que o
    cidadão brasileiro não tome conhecimento dos atos baixos perpretados pela turma
    da Maçonaria e da Presidenta DILMA ROUSSEFF.
    Está aí para vocês comprovarem e averiguarem quem são as autoridades que
    estão comandando a nação brasileira. Que
    vergonha Presidenta Dilma… Têm que tentar esconder mesmo, pois a verdade do seu govêrno é muito triste
    para o nosso país.

    http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/21835471/medida-cautelar-em-mandado-de-seguranca-ms-31375-df-stf

    Ineficácia
    da nomeação decretada – Busca – Jusbrasil Jurisprudência

    http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca?q…nomeação…s…Em
    cache

    Você marcou isto com
    +1 publicamente. Desfazer

    “Ineficácia da nomeação decretada”
    resultado 1 – 10 de 41 … -Anamatra, contra ato da Presidenta da
    República, que nomeou,”mediante promoção, p. … de nomeação
    do Juiz ARMANDO AUGUSTO PINHEIRO PIRES para o cargo…, pede “a …

    http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca?q=Inefic%C3%A1cia+da+nomea%C3%A7%C3%A3o+decretada&s=jurisprudencia&l=365dias

    STF -
    MEDIDA CAUTELAR EM MANDADO DE SEGURANÇA MS…

    Data de Publicação: 30/05/2012

    Ementa: . MANDADO DE SEGURANÇA. ART. 93 , INC. II , ALÍNEA
    A, DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA. PROMOÇÃO DE MAGISTRADO INDICADO TRÊS VEZES
    CONSECUTIVAS EM LISTA DE MERECIMENTO. MEDIDA LIMINAR DEFERIDA. PROVIDÊNCIAS
    PROCESSUAIS.Relatório 1.

    Mandado de segurança, com pedido de medida liminar,
    impetrado em 25.5.2012 por Donizete Vieira da Silva, representado pela
    Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho -Anamatra, contra
    ato da Presidenta da República, que nomeou,”mediante promoção, p…

    Encontrado em: coator, de nomeação do Juiz ARMANDO
    AUGUSTO PINHEIRO PIRES para o cargo…, pede “a concessão definitiva da
    segurança, para tornar nulo o Decreto s/n… ainda sua eventual posse,
    caso ocorra, determinando-se a nomeação e posse do Juiz DONIZETE

    [RTF]

    o
    magistrado ARMANDO AUGUSTO PINHEIRO PIRES para exercer …

    http://www.stf.jus.br/portal/processo/verProcessoTexto.asp?id…tipoApp...

    Você marcou isto com
    +1 publicamente. Desfazer

    Formato do arquivo: Rich Text Format – Ver
    em HTML

    28/05/2012 – Requer medida liminar para “suspender a eficácia do
    ato coator, de nomeação do Juiz ARMANDO AUGUSTO PINHEIRO PIRES
    para o cargo …

    STF
    MS 31375 DF – JusBrasil

    http://www.jusbrasil.com.br/…/medida-cautelar-em-mandado-de-seguranca…Em
    cache

    Você marcou isto com
    +1 publicamente. Desfazer

    28/05/2012 – Requer medida liminar para “suspender
    a eficácia do ato coator, de nomeação do Juiz ARMANDO AUGUSTO PINHEIRO
    PIRES para o cargo …

    PROMOÇÃO
    PARA O CARGO DE JUIZ TITULAR – Busca – Jusbrasil …

    http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca?q…O…JUIZ…Em
    cache

    Você marcou isto com
    +1 publicamente. Desfazer

    Trata-se de mandado de segurança, com pedido de medida liminar,
    impetrado por … PINHEIRO PIRES para exercer o cargo de Juiz
    do Tribunal Regional do … de nomeação do Juiz ARMANDO AUGUSTO PINHEIRO
    PIRES para o cargo …

    STF 31/05/2012 – Pág. 75 – Supremo Tribunal Federal

    Presidenta da República, publicado no [Diário Oficial da
    União] de 25.05.2012, mediante o qual nomeou o Juiz ARMANDO AUGUSTO PINHEIRO
    PIRES para exercer o cargo de …

    http://www.jusbrasil.com.br/diarios/37501808/stf-31-05-2012-pg-75
    - Em cache

    Mais
    resultados de jusbrasil.com.br »

    STF 31/05/2012 – Pág. 75 – Supremo Tribunal Federal

    … contra ato da Presidenta da República, que nomeou, ? mediante
    promoção, pelo critério de merecimento, Armando Augusto Pinheiro Reis, Juiz …
    certo a ser nomeado nos …

    http://www.jusbrasil.com.br/diarios/37501808/stf-31-05-2012-pg-75
    - Em cache

    Lúcia
    Torres José toma posse no cargo de Juíza Titular da 1ª Vara …

    http://www.amatra2.org.br/portal/noticias_ver.php?id=946?codigo=946Em cache

    Você marcou isto com
    +1 publicamente. Desfazer

    A AMATRA-2 foi representada na ocasião pelo Diretor
    Financeiro, Juiz Armando Augusto Pinheiro Pires: “Você é uma
    batalhadora e esta conquista de hoje é …

    STF – MEDIDA CAUTELAR EM MANDADO DE SEGURANÇA: MS 31375
    DF

    Processo: MS 31375 DF

    Relator(a): Min.
    CÁRMEN LÚCIA

    Julgamento: 28/05/2012

    Publicação: DJe-106
    DIVULG 30/05/2012 PUBLIC 31/05/2012

    Parte(s):

    DONIZETE VIEIRA DA SILVA

    ALBERTO PAVIE RIBEIRO E OUTRO(A/S)

    PRESIDENTE DA REPÚBLICA

    ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO

    Decisão

    MANDADO DE SEGURANÇA. ART. 93,
    INC. II,
    ALÍNEA A, DA CONSTITUIÇÃO DA
    REPÚBLICA. PROMOÇÃO DE MAGISTRADO INDICADO TRÊS VEZES CONSECUTIVAS EM LISTA DE
    MERECIMENTO. MEDIDA LIMINAR DEFERIDA. PROVIDÊNCIAS PROCESSUAIS.Relatório 1.
    Mandado de segurança, com pedido de medida liminar, impetrado em 25.5.2012 por
    Donizete Vieira da Silva, representado pela Associação Nacional dos Magistrados
    da Justiça do Trabalho -Anamatra, contra ato da Presidenta da República, que
    nomeou,”mediante promoção, pelo critério de merecimento, Armando Augusto
    Pinheiro Reis, Juiz Titular da 2ª do Trabalho de São Caetano do Sul, Estado de
    São Paulo, para exercer o cargo de Juiz do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª
    Região” (ato apontado como coator).O caso 2. O Impetrante relata que teria
    figurado três vezes consecutivas em lista tríplice formalizada pelo Tribunal
    Regional do Trabalho da 2ª Região, anexando certidão da Diretora-Geral de Coordenação
    Judiciária daquele Tribunal a comprovar o alegado. Salienta que, “não
    obstante o art. 93,
    inc. II,
    ‘a’, da Constituição
    Federal dispo[r] que ‘é obrigatória
    a promoção do juiz que figure por três vezes
    consecutivas ou cinco alternadas em lista de merecimento’, a
    Exma. Presidente da República, em ato publicado no Diário Oficial da União de 25 de
    maio de 2012, [teria] nome[ado] o magistrado ARMANDO AUGUSTO PINHEIRO PIRES
    para exercer o cargo de Juiz do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região na
    vaga decorrente da aposentadoria do Juiz Décio Sebastião Daidone” (fl. 3
    da petição inicial). Argumenta ter direito líquido e certo a ser nomeado nos
    termos do art. 93,
    inc. II,
    alínea a,
    da Constituição da
    República. Ressalta que a norma antes vigente do inciso III
    do art. 93
    da Constituição da
    República, a qual fazia referência ao inciso II do mesmo dispositivo,
    “continha duas regras claras: (a) na primeira parte, que ‘o acesso aos tribunais de segundo grau far-se-á por antigüidade e
    merecimento, alternadamente, apurados na última
    entrância’, e
    (b) na segunda parte, que ‘onde
    houver, no Tribunal de Alçada, quando se tratar de promoção
    para o Tribunal de Justiça, de acordo com o inciso II e a classe de
    origem” (fl. 4 da petição inicial). Sustenta que “a determinação de
    observância do inciso II, contida no inciso III, somente estava vinculada à
    parte final do dispositivo, pertinente à regra de promoção para o Tribunal de
    Justiça ‘onde houver Tribunal de Alçada” (fl. 4 da petição
    inicial). Alega que “jamais se [teria] admiti[do] uma interpretação de que a observância dos
    critérios contidos no inciso II não seriam aplicáveis [ao] processo de acesso de Juízes aos
    Tribunais” e que não haveria “razão, portanto, para que a alteração
    legislativa ocorrida, decorrente da determinação do legislador de extinguir os
    Tribunais de Alçada, provoca[sse] uma mudança quanto aos critérios de acesso
    aos Tribunais” (fl. 4 da petição inicial). Pondera estarem presentes os
    requisitos para o deferimento da medida liminar pela contrariedade ao art. 93,
    inc. II,
    alínea a,
    da Constituição da
    República e da iminência da posse do Magistrado Armando Augusto Pinheiro Pires.
    Requer medida liminar para “suspender a eficácia do ato coator, de
    nomeação do Juiz ARMANDO AUGUSTO PINHEIRO PIRES para o cargo de Desembargador
    do [Tribunal Regional do Trabalho] da 2ª Região ou, caso não seja possível
    fazê-lo até o momento que anteceder a posse, que seja suspensa a eficácia
    também do ato de posse” (fl. 13 da petição inicial, grifos no original).
    No mérito, pede “a concessão definitiva da segurança, para tornar nulo o
    Decreto s/n, da Exma. Presidenta da República, publicado no [Diário Oficial da
    União] de 25.05.2012, mediante o qual nomeou o Juiz ARMANDO AUGUSTO PINHEIRO
    PIRES para exercer o cargo de juiz do [Tribunal Regional do Trabalho] da 2ª
    Região, bem ainda sua eventual posse, caso ocorra, determinando-se a nomeação e
    posse do Juiz DONIZETE VIEIRA DA SILVA, ora impetrante” (fl. da petição
    inicial). Pede, ainda, seja citado o Juiz Armando Augusto Pinheiro Pires para,
    querendo, contestar o mandado de segurança, pela sua “qualidade de
    litisconsorte passivo necessário” (fl. 13 da petição inicial). Examinados
    os elementos havidos no processo, DECIDO. 3. Para deferir a medida liminar em
    mandado de segurança, o art. 7º, inc. III,
    da Lei n. 12.016/2009 e o art.
    203, § 1º, do Regimento Interno do Supremo Tribunal exigem a conjugação de
    relevante fundamento e a circunstância de que do ato impugnado possa resultar a
    ineficácia da medida, se essa for deferida ao final. Na espécie, os requisitos
    estão presentes. O Impetrante traz certidão da Diretora-Geral de Coordenação
    Judiciária do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região que indica ter ele
    integrado “por três (03) vezes consecutivas, lista tríplice para promoção
    por merecimento para o cargo de Desembargador” daquele Tribunal e, ainda,
    que o Juiz Armando Augusto Pinheiro Pires teria integrado a última lista,
    publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo em 14.3.2012, em primeira
    indicação. O art. 93,
    inc. II,
    alínea a,
    da Constituição da
    República estabelece: “Art. 93.
    Lei complr, de iniciativa do Supremo Tribunal Federal, disporá sobre o Estatuto
    da Magistratura, observados os seguintes princípios: II – promoção de entrância
    para entrância, alternadamente, por antigüidade e merecimento, atendidas as
    seguintes normas: a) é obrigatória a promoção do juiz que figure por três vezes
    consecutivas ou cinco alternadas em lista de merecimento” (grifos nossos).
    Assim, nesse exame preliminar e precário, próprio das medidas liminares, parece
    ter o ato questionado contrariado o disposto na alínea a do inc. III
    do art. 93
    da Constituição da
    República. Em 2.2.2012, no Mandado de Segurança n. 31.125/DF, o Ministro
    Joaquim Barbosa deferiu a medida liminar requerida por magistrada que teria
    integrado, três vezes consecutivas, listas tríplices do Tribunal Regional do
    Trabalho da 4ª Região: “Ao menos neste juízo inicial, próprio das medidas
    liminares, considero plausíveis as alegações da impetrante. Em sua antiga
    redação, o inciso III do art. 93 expressamente vinculava o acesso ao tribunal de
    segundo grau aos requisitos estabelecidos no inciso II. Essa ligação não foi
    expressamente repetida nas alterações promovidas pela EC 45/2004. Ocorre que a redação
    anterior do mesmo inciso III também fazia referência aos Tribunais de Alçada,
    que foram extintos. Da redação original era possível interpretar o art. 93, III
    de modo a vincular os requisitos previstos no inciso II somente ao acesso aos
    Tribunais de Alçada, ou, diferentemente, quer ao acesso ao Tribunal de Alçada,
    quer ao acesso ao Tribunal de Justiça. Assim, a questão que se coloca é se se
    está diante de um caso de silêncio eloquente, por ter a EC 45/2004 o objetivo de desvincular os
    critérios, ou, diferentemente, se a ausência da referência expressa ao inc. II
    no inc. III apenas revela uma preferência de estilo textual. Os critérios
    previstos no art. 93,
    II
    da Constituição
    retêm a utilidade ainda se transpostos ao campo do acesso aos tribunais de
    segundo grau, observadas as incompatibilidades pontuais. A aplicação de
    critérios previamente bem definidos para aferir o merecimento ou afastar a
    antiguidade, de observância obrigatória, reduz o risco de arbitrariedade e
    diminui a politização da administração judicial. Portanto, recomenda-se a
    preservação do estado atual da situação, para anular os efeitos deletérios da
    consolidação jurídica de quadro fático. Ante o exposto, concedo a medida
    liminar pleiteada, tão-somente para determinar ao Tribunal Regional do Trabalho
    da 4ª Região que se abstenha de dar posse aos interessados Ricardo Hofmeister
    de Almeida Martins Costa e Wilson Carvalho Dias, até o exame de mérito ou a
    revisão desta medida liminar” (DJ 9.2.2012). No mesmo sentido, foram
    deferidas as medidas liminares no Mandado de Segurança n. 31.122/DF, Relator o
    Ministro Joaquim Barbosa, DJ 7.2.2012, e no Mandado de Segurança n. 30.585/DF,
    Relator o Ministro Ricardo Lewandowski, DJ 12.5.2011. Assim, relevantes os
    fundamentos arguidos no presente mandado de segurança e configurado o risco de
    haver ineficácia da medida se, ao final, vier a ser concedida a ordem
    pleiteada, justifica-se, legalmente, o deferimento da medida liminar. O seu
    indeferimento poderia, ainda, acarretar consequências jurídicas graves, se,
    empossado, tivesse início de exercício o Magistrado Armando Augusto Pinheiro
    Pires, cujos atos judiciais poderiam vir a ser questionados em sua validade e
    efeitos,tudo a gerar maior insegurança jurídica. 4. Pelo exposto, defiro a
    medida liminar para suspender os efeitos do ato apontado como coator e,
    consequentemente, determinar ao Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região que
    se abstenha de dar posse a Armando Augusto Pinheiro Pires ou, se essa tiver
    ocorrido, suspenda seus efeitos. Enfatizo que o deferimento desta medida
    liminar não constitui antecipação do julgamento do mérito da ação, não
    constitui direito nem consolida situação administrativa aperfeiçoada. Cumpre-se
    por ela apenas o resguardo de situação a ser solucionada no julgamento de
    mérito, a fim de que não se frustrem os objetivos da ação. 5. Intime-se a
    Advocacia-Geral da União , nos termos do art. 7º, inc. II,
    da Lei n. 12.016/2009. 6.
    Determino ao Impetrante que promova, no prazo máximo de dez dias, a citação de
    Armando Augusto Pinheiro Pires para integrar a relação processual na condição
    de litisconsorte passivo, motivo pelo qual se há de lhe dar ciência desta
    impetração, sob pena de ineficácia da decisão a ser proferida (art. 24 da Lei
    n. 12.016/2009 c/c art. 47 do Código de Processo Civil). 7.
    Na sequência, vista ao Procurador-Geral da República (art. 12 da Lei
    n. 12.016/2009 e art. 205
    do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal). Publique-se. Brasília, 28 de
    maio de 2012. Ministra CÁRMEN LÚCIA Relatora.

    Parabéns Minsitra Carmen Lúcia. Nem tudo está perdido ainda neste Poder Judiciário controlado pela
    Maçonaria corrupta.

    Empresas, sócios e advogados implicados no Escandalo dos Leilões de Imóveis
    da Justiça do Trabalho ( pequena lista com uma ínfima parte que possuímos
    conhecimento dentro Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região ). A corrupção
    dentro do sistema de leilões de imóveis ocorre em todos os estados do Brasil e
    igualmente em todos os ramos da Justiça, não sendo uma exclusividade apenas da
    Justiça do Trabalho.

    Sr. ADAM BLAU, de
    nacionalidade brasileira, CPF: 004.443.088-49, RG: 2.865.185-6 – SSP/ SP ,
    residente à Rua Caraça, n° 327 – Vila Beatriz, CEP 05447-130, São Paulo – SP,
    empresa COMERCIAL , CONSTRUÇÕES E
    SERVIÇOS BLANCHARD LTDA – CNPJ 59.377.572/0001-37 – sito à Rua Estados
    Unidos, n° 2.280 – CEP 01427-002 – Jardim Paulista – São Paulo – Capital,
    empresa COMERCIAL , CONSTRUÇÕES E
    SERVIÇOS BLANCHARD LTDA , Rua Caraça, 327 Vila Madalena – CEP 05.447-130 –
    Vila Madalena – São Paulo, COMERCIAL E
    SERVIÇOS JVB LTDA sito à Rua Estados Unidos, 2280 – Mezanino – CEP
    01427-002 – Jardim América – São Paulo – Capital, COMERCIAL,
    CONSTRUTORA E SERVIÇOS APB LTDA NIRE – 35215429647, sito ora à Rua Estados
    Unidos 2.280 – CEP 01427-002 – Jardim América – SP ou Av. Brigadeiro Faria Lima
    1616 – 2° andar – CEP 01451-001 – Jardim Paulistano – SP, empresa GALERIA DE ARTE ANDRÉ IMPORTAÇÃO,
    EXPORTAÇÃO, COMÉRCIO DE QUADROS E TAPETES LTDA – sito à Rua Estados Unidos,
    n° 2.280 – CEP 01427-002 – Jardim Paulista – São Paulo – Capital, e alguns dos
    seus respectivos sócios : Sra VALDICÉIA
    DE SOUZA BLAU, brasileira, empresária, CPF: 030.632.958-17, RG:
    14.226.222-5 – SSP/ SP residente residente à Rua Caraça, n° 327 – Vila Beatriz,
    CEP 05447-130, São Paulo – SP, Srta JULIANA
    BEATRIZ DE SOUZA BLAU, brasileira, CPF: 132.784.268-86, RG: 24.656.056-3 –
    SSP/ SP, residente residente à Rua Caraça, n° 327 – Vila Beatriz, CEP
    05447-130, São Paulo – SP, Sr. ANDRÉ
    PHILIPPE PAGLIUCA BLAU, brasileiro, empresário, CPF: 118.458.128-24, RG:
    15.710.244 – SSP/ SP, residente à Rua Itaiteva, n° 206, Apto 11, Morumbi – CEP
    05713-470 , Sra. ANDRÉA ANA HELENA
    PAGLIUCA BLAU DE PAULO, brasileira, CPF: 092.883.588-03, RG: 15.710.243-9 –
    SSP/ SP, residendente à Rua Elias Cutait, n° 127 – Cidade Jardim, CEP:
    05672-020 e igualmente da empresa TETRA
    EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA – CRECI 10.896-J – Av. Brigadeiro Luis
    Antônio, n° 733 – Loja 05 – CEP: 01317-904 – Bela Vista – São Paulo além dos
    advogados : Dr. BENCE PÁL DEÁK
    (OAB 95409/SP), Dra PATRÍCIA KONDRAT (OAB 237142/SP), Dra VERUSCA
    SEMINATE LOURENÇO (OAB 254144/SP), Dr. JOSÉ CÁSSIO ALVES RAMOS –
    OAB/SP 109.017, Dra. ANA PAULA DAMICO DE SAMPAIO – OAB/SP 174.262 , Dr. STEFANO
    DEL SORDO NETO – OAB/SP 128.308, Dr. AGENOR BARRETO PARENTE – OAB/SP
    6381 ( e respectivo escritório de advocacia e colaboradores ), Dr. MARCOS
    ROBERTO DORNELAS – OAB/SP 158.608, Dr. NELSON ROTHSTEIN BARRETO PARENTE
    OAB/SP 116.779.

    Existem mais empresas implicadas no caso e todas pertencentes ao mesmo sócio : O Sr. ADAM BLAU. Será que o judiciário não
    vai conseguir admitir nunca esta fraude?

    Para ter acesso aos processos entre nos links:

    http://www.uniblog.com.br/programapoder/227454/veja-detalhes-dos-recursos-contra-os-30-parlamentares-ameacados-de-perder-o-mandato.html

    http://blog.jornalpequeno.com.br/linhares/2010/07/09/denuncia-blog-descobre-ramificacoes-do-escandalo-euromar/

    http://blog.jornalpequeno.com.br/raimundogarrone/2010/02/20/mp-denuncia-26-por-suposto-envolvimento-em-esquema-de-corrupcao-no-tribunal-de-justica-do-espirito-santo/

    http://adotevereadorval.blog.terra.com.br/2009/03/08/trabalhos-do-vereador-val/

    http://bahiaempauta.com.br/?p=32126

    http://www.extralagoas.com.br/noticia/980/esta-semana-nas-bancas/2011/12/30/tj-rateia-r-20-milhes-entre-juizes-e-desembargadores.html

    http://controlesocial.blog.terra.com.br/2009/02/06/apelo-por-jorge-moreno/

    http://milkasantosmilka.blog.terra.com.br/2009/03/28/189/

    http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/juizes-nao-sao-vagabundos-protesta-ajufe/

    http://zoabonito.com/fotos/pegadinha-da-nota-fiscal-paulista

    http://mdemulher.abril.com.br/blogs/jorge-brasil/geral/rodrigao-e-o-primeiro-sabotador-do-bbb11/

    http://v1.portalhoje.com/ofensa-a-dignidade-humana-stj-mantem-condenacao-do-apresentador-ratinho-por-materia-veiculada-contra-deficiente-fisico/144847

    http://www.luiscardoso.com.br/politica/2012/02/decisao-do-supremo-sobre-cnj-pode-levar-a-punicao-de-15-juizes/

    http://www.cambury.edu.br/blog/direito/2010/10/08/corrupcao-no-judiciario-ministra-eliane-calmon/

    http://blogducuelho.altoalegredopindare.com/?p=604

    http://controlesocial.blog.terra.com.br/2009/01/27/fraudes-em-concursos-no-maranhao/

    http://multiplosuniversos.com.br/site/archives/lu-ladrao-foi-esmagado

    http://sardinhainnaldo.blog.terra.com.br/2009/02/07/parabens/

    http://www.militarpos64.com.br/sitev2/?p=126

    http://www.edgarlisboa.com.br/?p=8473

    http://www.bancodepeticoes.com/?p=12603

    http://inaciovacchiano.com/2011/11/15/oab-vira-alvo-do-movimento-contra-a-corrupcao-examedeordempelomec-2/

    http://www.robertokenard.com/politica/2012/01/28/juizes-confundem-autonomia-com-soberania-diz-mendes/

    http://www.rededemocratica.org/index.php?option=com_k2&view=item&id=1163:estou-vendo-a-serpente-nascer-n%c3%a3o-posso-calar

    http://www.jornalnanet.com.br/publicacao/blog/45/pec-dos-vereadores–as-polemicas-so-comecaram!

    http://blogs.lanacion.com.ar/vaso-medio-lleno/articulaciones-sociales/derechos-humanos-una-materia-pendiente/

    http://www.bemparana.com.br/tupan/personagem-do-escandalo-da-mafia-dos-pareceres-e-ligado-ao-ministro-dias-toffoli-do-stf/

    http://aposentadosolteoverbo.org/2010/03/11/deu-no-site-radio-camara-proposta-acaba-com-aposentadoria-compulsoria-para-juiz-que-praticar-crime/

    http://praiadexangrila.com.br/tj-reacende-polemica-entre-bm-e-policia-civil/

    http://www.largadoemguarapari.com.br/xlargado/?p=3233

    http://www.apostolado-angola.org/articleview.aspx?id=2830

    http://blogs.maiscomunidade.com/blogdocallado/2010/06/09/os-caminhos-de-uma-condenacao-judicial/

    http://politicos.blog.terra.com.br/2006/03/14/mensalaeiros-escandalo-mensalao/
    .

    http://paginadoenock.com.br/bandidos-de-toga-no-tribunal-de-justica-de-tocantins-4-dos-12-desembargadores-montaram-um-esquema-de-venda-de-sentenca-com-a-cumplicidade-de-3-servidores-2-procuradores-e-7-advogados/
    .

    http://lauritaarruda.com.br/dem-nao-convive-com-os-improbos-ao-contrario-do-pt/51575
    .

    Assinado: MILTON DA CRUZ QUEIROGA

    C.P.F. 683.674.306-20

    RG: 36.739.719-5

  • Milton